6 erros mais cometidos por quem tem os cabelos tingidos

Previna-os e descubra como preservar a cor!

mulher tingindo os cabelos com auxílio de pincel e papel alumínio
Por Juliana Borges - 02/08/2019

Foto: Shutterstock

Alguns procedimentos na hora de tingir os fios e até mesmo na manutenção em casa, quando não observados corretamente, podem resultar em uma cor diferente da desejada ou facilitar o temido desbotamento antes da hora. O cabeleireiro Erico Joel Soares da Cunha lista os erros mais comuns de quem tem os cabelos tingidos!

Erros mais cometidos por quem tem os cabelos tingidos

1. Não se preocupar com o cabeleireiro

Toda obra-prima sempre começa com um bom profissional. Com relação à tintura, a situação costuma ser parecida. “Procure sempre por um colorista competente, pois ele possui técnicas e conhecimento necessários para realizar os procedimentos de forma segura e eficaz”, ressalta Erico Cunha.

2. Não lavar os fios

Existe um mito que circula entre os salões de que é preciso estar com o cabelo sujo antes de fazer a coloração. O docente de beleza discorda: “os fios necessitam ser lavados, pois devem estar limpos para receber melhor a cor, ou seja, o caminho para penetração da tinta é mais fácil”, explica.

6 erros mais cometidos por quem tem os cabelos tingidos

Confira os principais erros de quem tem os cabelos tingidos – Foto: Shutterstock

3. Fazer duas químicas juntas

“O ideal mesmo é não submeter os cabelos a colorações e descolorações após alisamentos”, afirma Erico Cunha. Segundo ele, as progressivas têm compatibilidade com as tinturas, mas elas também danificam a fibra capilar e podem causar algum efeito indesejado. “Faça um teste antes para observar a resistência dos fios”, aconselha.

4. Usar qualquer produto

“Após o processo de coloração, os cabelos devem receber manutenção em casa”, enfatiza Erico. Use apenas shampoos, ampolas, máscaras e condicionadores específicos para cabelos coloridos, que podem ser indicados pelo profissional. Além disso, não deixe de hidratar as madeixas em casa uma vez na semana, no mínimo, para garantir melhor fixação da cor.

5. Esquecer de usar termoprotetor nos cabelos tingidos

No dia a dia, aposte em um leave-in (creme sem enxágue) com proteção contra o calor do secador ou prancha e filtro UV, que “auxilia no envelopamento da cutícula – responsável pelo brilho e maciez do fio –, criando um filme protetor que poderá durar até a próxima lavagem”, revela o docente.

6. Banho com água quente

A alta temperatura da água pode desestabilizar o pH do cabelo e dilatar as cutículas, facilitando o desbotamento. “Ela também prejudica o couro cabeludo, pois descontrola a glândula sebácea e retira o manto ácido dela, causando dermatites, caspas e seborreias”, alerta Erico.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Erico Joel Soares da Cunha

 

LEIA TAMBÉM