Porque envolver toda a família nas finanças de casa

Envolver todos os membros é fundamental para manter em ordem o orçamento familiar

envoler-mulher-filha
Foto: Vinicius Tupinamba / Shutterstock.com

Envolver todos os membros da família quando o assunto é dinheiro é algo muito importante. Qual foi a última vez que você sentou-se com seu marido ou esposa para conversarem sobre as finanças da casa? Se a resposta demorou a vir, é porque deve fazer um bom tempo e isso não é nada bom. Assim como o orçamento pessoal, a renda e as despesas familiares também devem ser organizadas, garantindo tranquilidade e prosperidade para o lar. Porém, somente com a união é possível traçar planos de economia ou de realização de sonhos.

envoler-mulher-filha

Foto: Vinicius Tupinamba / Shutterstock.com

A união faz a força

Fazer parte de uma família significa compartilhar de tudo um pouco, inclusive as finanças. Para ter êxito em situações que envolvem dinheiro, é preciso que cada membro e dedique. “Toda família deve saber sobre suas movimentações financeiras e, principalmente, as despesas mais relevantes”, afirma o contador Hélio Donin Jr. De acordo com o especialista, a clareza é importante para que cada membro da família possa auxiliar no orçamento, seja fornecendo renda ou colaborando para a economia. “O exemplo típico é a conta de luz. Se todos fizerem a sua parte evitando desperdícios, o valor com certeza terá redução”, destaca.

 Dividindo os frutos

Assim como dividem um mesmo teto, os objetivos em comum, por exemplo a compra de um carro ou de uma residência com mais conforto, devem envolver a família inteira, ainda que de formas diferentes. “As metas definidas devem trazer benefícios para todos, somente assim estarão juntos para chegar lá”, ressalta o professor Pedro Leão Bispo, da Fundação Getulio Vargas (FGV).

 

LEIA MAIS

 

Consultoria: Hélio Donin Jr., contador e diretor da Donin Contabilidade; Pedro Leão Bispo, professor dos MBAs da Fundação Getulio Vargas (FGV).
Texto: Natália Negretti