ENTRETENIMENTO

Quinta do herói: X-Men tem enredo contra o preconceito

Mutantes não existem, mas as metáforas encontradas no enredo de X-Men estão relacionadas às questões sociais presentes no mundo real

None
FOTO: Divulgação

por Redação Alto Astral
Publicado em 21/07/2016 às 16:19
Atualizado às 17:31

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Os X-Men são mutantes, ou seja, seres humanos que nasceram com poderes como controlar o clima, o metal ou a mente das pessoas. Por serem diferentes dos “indivíduos comuns”, eles enfrentam inúmeras situações em que precisam lidar com o preconceito e com o ódio alheio.

Com o intuito de promover a coexistência dos mutantes com a população, o Professor Xavier fundou o Instituto para Jovens Superdotados – uma ação em defesa do seu sonho de convivência pacífica, atitude comparada ao discurso de Martin Luther King Jr..

personagens x-men o filme

FOTO: Divulgação

Minorias em X-Men

A questão é que o enredo de X-Men é todo construído com base em temáticas sociopolíticas, como racismo, superioridade racial, sexismo e homofobia.

A ideia dos mutantes está relacionada a minorias étnicas ou grupos oprimidos, e seus poderes são um paralelo às diferenças que a população tem o costume de julgar “anormais” ou “estranhas”.

SAIBA MAIS

Quinta do Herói: Conheça o anti-herói Deadpool

Quinta do herói: A Mulher Maravilha pode vencer o Super-Homem

Quinta do herói: A vida secreta dos pais do Homem-Aranha

Texto: Érika Alfaro Edição: Ana Beatriz Garcia Arte: Mary Ellen Machado