Woodstock: muito mais do que um festival de música. Entenda!

O Festival de Woodstock, ocorrido em 1969, se configurou como um movimento de contracultura e de protesto contra os acontecimentos políticos da época

None
O festival de Woodstock representou a consolidação de uma nova cultura e a expressão dos protestos contra as inúmeras guerras ao redor do mundo. FOTO: Reprodução/Dziurek e Shuttersrtock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 10/11/2016 às 16:00
Atualizado às 18:42

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Realizada entre os dias 15 e 18 de agosto de 1969 na cidade de Bethel, estado de Nova York, nos Estados Unidos, a Feira de Música e Arte de Woodstock marcou o auge do movimento hippie e consolidou-se como o maior evento de rock da história, reunindo cerca de 400 mil jovens e 32 artistas e bandas.

Woodstock, festival de música, rock, pessoas

O festival de Woodstock representou a consolidação de uma nova cultura e a expressão dos protestos contra as inúmeras guerras ao redor do mundo. FOTO: Reprodução/Dziurek e Shuttersrtock.com

Movimento de contracultura

Tido como o símbolo da cultura hippie, o festival representou uma forma de protesto à guerra do Vietnã e aos valores tradicionais. Nele, os ideais de paz e amor, bem como o uso de drogas como forma de “libertação da mente” e a relação sexual apenas por prazer foram amplamente difundidos, e acabaram repercutindo após o término do evento, determinando uma nova fase na cultura mundial.

LEIA TAMBÉM

Texto: João Paulo Fernandes