ENTRETENIMENTO

Ruth de Souza, símbolo de luta

Se hoje Taís Araújo, Sheron Menezes e tantas outras atrizes negras conquistaram e seguem conquistando espaço na TV, devem, também, a Ruth de Souza.

None
FOTO: REPRODUÇÃO

por Redação Alto Astral
Publicado em 01/08/2016 às 13:17
Atualizado às 17:29

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Se hoje Taís Araújo, Sheron Menezes e tantas outras atrizes negras conquistaram e seguem conquistando espaço na TV e nos palcos, devem, também, a Ruth de Souza.

Ruth de Souza

FOTO: REPRODUÇÃO

Ruth abriu caminho para o artista negro no país e foi a primeira negra a se apresentar no Theatro Municipal do Rio de Janeiro e a protagonizar uma novela. Isso sem mencionar que também foi a primeira brasileira indicada ao prêmio Leão de Ouro, no Festival de Veneza, por sua atuação no filme Sinhá Moça, em 1953.

Filha de um lavrador e de uma lavadeira, desde criança sonhava em ser atriz. Em 1948, ganhou uma bolsa de estudos para estudar na Howard University, uma universidade exclusiva para negros, em Washington e, de volta ao Brasil, atuou em mais de 20 novelas e 30 filmes. Atualmente, aos 95 anos, Ruth está afastada dos palcos com a saúde debilitada e dificuldades para andar, mas segue como inspiração inquestionável em um mundo que, lamentavelmente, ainda precisa enfrentar o preconceito.

VEJA TAMBÉM:

A inspiradora história de Frida Kahlo

Por que Leila Diniz é sinônimo de libertação?

A desconhecida façanha da Imperatriz Leopoldina