ENTRETENIMENTO

Religião x Ciência: será possível ter existido a Arca de Noé?

A relação controversa entre as escrituras sagradas e a ciência dura milênios. Mas, o que diz a ciência sobre ter existido a Arca de Noé? Seria possível?

None
FOTO: Simon Myle/Wikimedia Commons

por Redação Alto Astral
Publicado em 02/02/2017 às 13:37
Atualizado às 16:13

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Em 1692, na Inglaterra, nascia Isaac Newton. Um dos gênios mais conhecidos da história, o homem que criou a ótica, elaborou as leis que regem a mecânica clássica e as leis do movimento também foi um estudioso da Bíblia. Pode até soar estranho, mas ele não foi o único cientista a se dedicar a assuntos bíblicos.

Uma ciência falsagera ateus, mas verdadeira ciência leva os homens a se curvarem diante da divindade (…). A frase anterior é atribuída a Voltaire, um dos expoentes do Iluminismo e famoso crítico dos privilégios do clero (o movimento iluminista, que ocorreu no século XVIII, buscava explicações racionais para os fatos).

bíblia-óculos-noé

FOTO: iStock/Getty Images

Muitos acreditam que a relação entre os textos bíblicos e a ciência é impensável. Ao longo da história, foram constantes os confrontos entre fé e ciência. Esse duelo sempre existiu, e o debate trouxe muitas guerras e mortes no passado, explica Clélia Peretti, teóloga e professora do programa de pós-graduação da Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

Entretanto, nem sempre essa interação tem resultados opostos. Clélia acrescenta que a ciência não prova que as revelações bíblicas são verdadeiras, apenas constata a verdade bíblica, uma espécie diferente de verdade. A Bíblia, além de ser uma espécie de guia para diversas religiões, tornou-se um documento histórico. Por isso, pesquisadores do mundo todo se dedicaram a tentar entender, comprovar ou refutar aquilo que está escrito nesse livro milenar.

Arca de Noé

A existência da arca que, segundo a Bíblia, carregou um casal de animais de cada espécie, nunca foi comprovada cientificamente. Entretanto, alunos do curso de física da Universidade de Leicester, na Inglaterra, resolveram testar a viabilidade da obra em si.

Para isso, estabeleceram uma relação entre as medidas encontradas no livro e o sistema métrico para facilitar a conversão, o que resultou uma construção de 145 metrosde comprimento, 24 metros de largura e 14 metros de altura.

arca-noé-animais

FOTO: Simon Myle/Wikimedia Commons

Além disso, foi determinada a substituição de materiais propostos pela Bíblia por aqueles com densidades parecidas. Desta maneira, os estudantes chegaram a conclusão de que a arca pesaria 1,2 milhões de quilos, podendo carregar 51 milhões. Ou seja, seria possível o transporte dos animais.

LEIA TAMBÉM

Texto: Érika Alfaro  Edição: Nathália Piccoli