Ouvido absoluto: saiba o que é essa capacidade

O ouvido absoluto é uma capacidade rara entre o grande público, saiba como essa habilidade influencia na música e quais são seus diferentes tipos

None
FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 31/01/2017 às 08:43
Atualizado às 16:15

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Característica de poucos músicos e quase rara entre os meros mortais – uma em cada 10 mil pessoas teria essa habilidade –, o ouvido absoluto é a capacidade de identificar uma nota isolada sem precisar de outras referências.

Ou seja, os possuidores dessa capacidade podem descobrir a nota do canto de um pássaro, de um instrumento desconhecido ou, até mesmo, do barulho do ar-condicionado – que, segundo eles, possui um fá sustenido irritante –, além de cantar em um tom específico sem acompanhamento algum e de conseguir ler folhas de músicas mentalmente.

mulher andando fone ouvido

FOTO: Shutterstock.com

Outra habilidade é a de formar uma imagem auditiva interna de qualquer tom musical marcado por um símbolo apropriado, como nota ou letra. “Uma metáfora com as cores poderia explicar de maneira simplificada o fenômeno. Uma pessoa normal, quando vê a cor amarela, consegue saber do que se trata e poderia representar simbolicamente a mesma através da palavra escrita ‘amarelo’. Mas o mesmo não acontece na música”, compara o publicitário e músico Bernardo Baeta.

Para exemplificar, ele troca as cores pelos sons. Uma pessoa comum, quando ouve uma nota emitida pela corda do violão, não consegue determinar exatamente de qual se trata, “diferentemente daquela com ouvido absoluto, que sabe exatamente qual nota foi emitida”.

Tipos de ouvido absoluto

Segundo o New Grove Dictionary of Music and Musicians, uma das mais importantes obras de referência sobre música, o ouvido absoluto pode ser divido em algumas categorias:

• Ouvido absoluto passivo: é a capacidade de reconhecer individualmente as notas de uma composição, porém não é eficaz ao cantar sem referências externas.

• Ouvido absoluto ativo: além de conseguir nomear as notas escutadas, quem possui tal habilidade é capaz de cantar em qualquer nota mesmo sem uma referência musical.

• Ouvido absoluto muito fino: mais rara, a categoria permite ao detentor da habilidade, além de reconhecer todas as partes da música pelo nome, saber quando uma nota está ligeiramente desafinada (para mais ou para menos) do padrão.

• Ouvido relativo: é a capacidade de identificar uma nota ao ouvir uma segunda como base. É a habilidade mais fácil de ser encontrada entre os músicos.

LEIA TAMBÉM

Texto e entrevista: Augusto Biason/Colaborador – Edição: Giovane Rocha/Colaborador

Consultoria: Bernardo Baeta, publicitário, músico, pianista e criador do projeto Ouvido Absoluto

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.