ENTRETENIMENTO

Como a mudança pode nos afetar de maneira positiva?

Encaramos a mudança sempre como um novo desafio que nos demandará tempo e, às vezes, dinheiro. Entretanto, não podemos nos esquecer dos benefícios!

None
FOTO: Glow Images/Latinstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 10/10/2016 às 13:25
Atualizado às 18:39

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Ao optarmos pela mudança, uma de nossas grandes dificuldades é sair da zona de conforto e nos livrarmos das preocupações que nos rodeiam. Aventurar-se em transformações profissionais ou pessoais é um processo repleto de incertezas. Requer tempo e reflexão, mas sempre trará aprendizados valiosose positivos!

casal fazendo mudança

FOTO: Glow Images/Latinstock

É claro que cada pessoa possui seu tempo, alguns podem mudar aos poucos e transformar pequenos aspectos do dia a dia, enquanto outros podem planejar, refletir e transformar-se de maneira drástica. De qualquer maneira, se estamos certos do que queremos para nossas vidas, não será difícil tirar benefícios de uma mudança.

Como lidamos com a mudança?

A maneira como uma mudança irá nos afetar dependerá muito da relação que cada um teve com o ambiente ou atitude deixada para trás. Se havia uma relação positiva com determinado cenário, sentir falta pode vir a acontecer, mas isso não quer dizer que a mudança foi prejudicial. Por exemplo, você pode ter um bom relacionamento com os colegas do seu antigo emprego e é natural que sinta saudade dessa realidade. Contudo, a função que exerce agora pode ser muito melhor. O ideal é saber discernir sobre o que é ou não é bom pra você!

A psicóloga Tatiana Serra diz que as transformações terão um significado pessoal. “Cada pessoa terá seus benefícios, com uma percepção diferente deles. No entanto, podemos dizer que mudar amplia seu estado de consciência e repertório comportamental”, explica. Já a psicóloga Rosana Machado acredita que esses processos de transição são uma maneira de crescer pessoalmente. “As mudanças genuínas promovem sabedoria, autoconfiança e força interna”, afirma Machado.

LEIA TAMBÉM

Texto: Angelo Matilha Cherubini Edição: Érica Aguiar Arte: Mary Ellen Machado

Consultorias: Rosana Machado, psicóloga especialista em psicologia transpessoal; Tatiana Serra, psicóloga do Hospital Beneficência Portuguesa.