Metempsicose: entenda como a doutrina é vista pelo Espiritismo

Apesar de acreditar na reencarnação das almas após a morte, o Espiritismo não segue a doutrina da metempsicose. Entenda o porquê!

None
Publicação original de O Livro dos Espíritos, uma das principais obras que regem o Espiritismo. FOTO: Divulgação

por Redação Alto Astral
Publicado em 04/10/2016 às 14:30
Atualizado às 18:37

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Transmigração da alma de um corpo a outro ou o movimento cíclico por meio do qual um espírito retorna à existência material em outro ser após a morte de seu antigo corpo. Apesar de pregar a reencarnação, a metempsicose não é uma corrente aceita pelos espíritas. Para eles, a possibilidade de uma alma humana reencarnar em um corpo animal ou vegetal significaria um retrocesso do espírito e, portanto, não é passível de acontecer.

tartaruga, mar, peixes

A reencarnação da alma humana em um animal, como prega a metempsicose, representa, para o Espiritismo, uma retrogradação do espírito. FOTO: Reprodução/Vinicius Tupinamba e Shutterstock.com

Seguindo as escrituras

A explicação de tal argumento se encontra na pergunta 611 de O Livro dos Espíritos, obra escrita por Allan Kardec e uma das maiores referências para quem segue o Espiritismo. Segundo o livro: “Duas coisas podem ter a mesma origem e não se assemelharem em nada mais tarde. Quem reconheceria a árvore, suas folhas, suas flores e seus frutos no germe informe que se contém na semente de onde saíram? No momento em que o princípio inteligente atinge o grau necessário para ser espírito e entrar no período de humanidade, não tem mais relação com o seu estado primitivo e não é mais a alma dos animais, como a árvore não é a semente. No homem, somente existe do animal o corpo, as paixões que nascem da influencia do corpo e os instintos de conservação inerente à matéria. Não se pode dizer, portanto, que tal homem, é a encarnação do espírito de tal animal, e, por conseguinte, a metempsicose, tal como a entendem, não é exata.”

O Livro dos Espíritos, livro original, capa

Publicação original de O Livro dos Espíritos, uma das principais obras que regem o Espiritismo. FOTO: Divulgação

LEIA TAMBÉM

Texto: Da redação