ENTRETENIMENTO

Maria da Paz desiste de ajudar Josiane, acaba com a vilã e faz o maior barraco

Maria da Paz e Josiane irão protagonizar a briga que todo mundo estava esperando. A vilã irá apelar e pedir ajuda de mãe, que recusará

None
Foto: Reprodução/Tv Globo

por Giovanna Morrone
Publicado em 16/10/2019 às 11:09
Atualizado às 11:12

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Maria da Paz e Josiane irão protagonizar a treta que todo mundo estava esperando. Após a vilã ir para a cadeia, ela tentará persuadir todo mundo em sua volta para tentar livrá-la da prisão, e ela pedirá para a ‘mãe’ um acordo para a Justiça, mas a ex-dona dos Bolos da Paz irá abrir os olhos e recusará ajudar a psicopata.

Eu não sou a mais cega. Você tem que pagar pelo que fez‘, irá dizer Maria da Paz para Josiane. Téo sobreviveu aos ataques da Jô e irá entregar a polícia a fotografia que prova que foi ela quem empurrou o mordomo para a morte. Régis ganhará a liberdade.

Josiane irá tentar persuadir todo mundo para o testemunho a seu favor. Evelina (Nívea Maria) será a única a proteger a psicopata. Amadeu (Marcos Palmeira) não se contentará com a frieza da Jô e Maria da Paz acabará com o plano da vilã.

Maria da Paz e Josiane: Vilã finalmente é desmascarada

Josiane irá ficar chamando Maria da Paz de ‘mãezinha’ para tentar conseguir o que quer, porém a boleira não irá cair nessa armadilha. “Eu sinto um arrepio quando cê fala assim“, diz a personagem de Juliana Paes.

Dizer que errou é pouco. Cê foi muito além de um simples erro. Cê tá acusada de assassinato. Eu soube também que tentou matar o Téo“, irá dizer Maria da Paz.

Sem vergonha na cara, Josiane irá pedir: “Eu não matei ninguém, mãezinha. Tem que saber disso. Eu sou inocente, estou sendo acusada injustamente. Eu preciso que me ajude. Que vá no tribunal, que me ajude a encontrar álibis“.

Desesperada, Josiane irá apelar para Maria da Paz tentar salvar ela da prisão: “Pode dizer, por exemplo, que no dia da morte do Lucas [Kainan Ferraz] eu não saí de casa. Seria um crime a menos pra eu responder. Cê tem bom nome, é conhecida como uma mulher do bem“.