ENTRETENIMENTO

Margarina é fruto de um desafio e alimentou soldados na guerra. Entenda!

A margarina surgiu de um desafio proposto pelo imperador Napoleão III, que pretendia obter algo mais barato e mais acessível que a manteiga

None
FOTO: Reprodução/Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 17/08/2016 às 16:46
Atualizado às 18:11

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O imperador francês Napoleão III, sobrinho do famoso Napoleão Bonaparte, propôs um desafio: a criação de algo parecido com a manteiga, porém, mais barato e mais acessível, na década de 1860. O grande ganhador foi o químico Mège-Mouriès, que apresentou a oleomargarina, atualmente produzida a partir de óleo vegetal ou gordura vegetal. O surgimento da margarina acabou beneficiando as classes sociais francesas mais baixas e reforçou o suprimento das tropas das forças armadas, às vésperas da Guerra Franco-Prussiana.

margarina, vidro, pote, pedaços, fundo branco

FOTO: Reprodução/Shutterstock Images

Nos dias de hoje

Atualmente, a margarina ainda se faz uma alternativa ao consumo da manteiga, por ser mais barata e vir normalmente em maior quantidade. Sua ampla versatilidade para usos culinários e capacidade de se manter conservada por mais tempo também são diferenciais. Além do consumo direto – como “recheio” do pãozinho francês ou da bolacha água e sal no café da manhã -, a margarina também é utilizada em receitas diversas, como de bolos e doces, além de servir simplesmente para untar a forma dos mesmos.

SAIBA MAIS

Post-it: a invenção além de negócios, mas de amizade. Entenda!

A história do velcro e sua curiosa invenção

Texto: Ricardo Piccinato Edição: João Paulo Fernandes