Como surgiu a ludoterapia, técnica que utiliza a brincadeira como terapia?

A ludoterapia surgiu a partir dos estudos da psicanalista austríaca Melanie Klein, ainda na década de 1920. A técnica auxilia crianças a se expressarem.

None
FOTO: Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 16/09/2016 às 12:35
Atualizado às 18:29

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Para os adultos, ao procurar um terapeuta ou psicólogo, é bem simples imaginar a situação: o paciente se senta, conversa e fala sobre os problemas. Contudo, para as crianças, uma consulta pode ser um pouco mais difícil. Por isso, técnicas, como as aplicadas na ludoterapia, tentam integrar a brincadeira ao tratamento para auxiliar no processo de expressão dos pequenos.

Menino brincando na ludoterapia

FOTO: Shutterstock Images

De acordo com a psicoterapeuta e especialista em ludoterapia Cristiane Maluf Martin, na década de 1920, a psicanalista austríaca Melanie Klein iniciou seu trabalho por meio da “técnica do brincar”, dando a ela o nome de ludoterapia. Essa corrente nada mais é do que “a hora do jogo diagnóstico” e faz parte de um psicodiagnóstico dado à criança.

SAIBA MAIS

Musicoterapia: a música como tratamento para doenças

Terapia humanista: conheça essa corrente que aposta na liberdade

Consultoria: Cristiane Maluf Martin, especialista em psicanálise, terapia de casais, psicodiagnóstico, ludoterapia e dinâmicas de grupo. É palestrante em temas como comportamento humano, dependência química, alcoolismo e co-dependência em diversas instituições e grupos de apoio.

Texto: Érika Alfaro Edição: Érica Aguiar Arte: Mary Ellen Machado