ENTRETENIMENTO

Johann Sebastian Bach: a maçonaria enraizada na música clássica

Assim como muitos outros compositores de seu tempo, Johann Sebastian Bach foi um músico renomado que pertenceu à ordem maçônica

None
FOTO: Reprodução/Wikimedia Commons

por Redação Alto Astral
Publicado em 10/08/2016 às 18:45
Atualizado às 18:07

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

É muito comum ler e ouvir que grandes compositores eram inspirados pela ordem na hora de criar suas composições. Liszt, Mozart, Schubert e Haydn são exemplos de tais compositores. Outro nome de destaque dentro da música clássica que também aparece vinculado à maçonaria é o de Johann Sebastian Bach. Autor de diversas obras até hoje muito famosas e respeitadas, o músico desde sempre foi muito esforçado, e é considerado até hoje um dos “pais” da harmonia na música erudita.

bach, músico, compositor, preto e branco, peruca

FOTO: Reprodução/Wikimedia Commons

Trabalho duro

O fato é que Bach se destacou não só pelo seu talento, como também pela seu esforço. Além de compositor, o alemão era pianista, violinista, cravista, regente e ainda trabalhou como diretor de serviços musicais e professor. Nada disso porém, impedia que ele exercesse também outra função, ainda que de forma mais discreta: Bach era um membro da ordem e, dentro de todas as suas atividades, ainda arrumava espaço para dedicar-se às reuniões da loja maçônica.

SAIBA MAIS

A maçonaria já chegou à lua… e você ainda não sabia

O que é preciso para ser maçom? Entenda!

Texto: Da Redação