Inteligência é característica comum entre alma humana e animal. Entenda!

Segundo um dos mais importantes livros do Espiritismo, o ponto comum entre a alma dos seres humanos e a dos animais é a inteligência

None
O Espiritismo considera que os animais são inferiores aos seres humanos, mas que há uma característica comum entre a alma de ambos. FOTO: Reprodução/Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 03/10/2016 às 16:58
Atualizado às 18:36

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

No Espiritismo, o ser humano é entendido como algo à parte, superior e diferente dos animais por conta de sua faculdade de reconhecer a existência de Deus. Em relação à alma de ambos, o mesmo pensamento prevalece. Contudo, há um aspecto que, segundo um dos livros mais importantes da doutrina, se faz comum tanto a homens quanto a animais: a inteligência.

gato, deitado, chão, patas para cima, sozinho

O Espiritismo considera que os animais são inferiores aos seres humanos, mas que há uma característica comum entre a alma de ambos. FOTO: Reprodução/Shutterstock Images

Inteligência inferior

O livro em questão chama-se O Livro dos Espíritos. Escrita por Allan Kardec, a obra é composta por perguntas e respostas sobre os princípios que regem o Espiritismo. A questão 604-a apresenta o seguinte questionamento: “A inteligência é então uma propriedade comum, um ponto de contato entre a alma dos animais e a do homem?”. Como resposta, o autor explica que “é, porém os animais só possuem a inteligência da vida material. No homem, a inteligência proporciona a vida moral.”

Allan Kardec, escritor, Espiritismo

Allan Kardec, autor da obra O Livro dos Espíritos. FOTO: Reprodução/Wikimedia Commons

Do mesmo lugar

Algo que chama a atenção é que, apesar de terem alma de inteligência inferior à do homem, essa característica é proveniente da mesma fonte que alimenta o espírito dos seres humanos. Em relação à dúvida sobre de onde os animais tiram o princípio inteligente de sua alma, a resposta está na pergunta 606 do mesmo livro: “Do elemento inteligente universal.” Tal elemento é o que desempenha o papel de intermediário entre o espírito e a matéria propriamente dita.

LEIA TAMBÉM

Texto: Da redação