Como o incentivo dos pais pode ajudar crianças a investirem em sonhos?

Desde a infância, o incentivo dos pais auxilia os filhos a crerem em seus sonhos por meio de uma autoavaliação. Descubra como o processo acontece!

None
FOTO: iStock/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 05/10/2016 às 14:58
Atualizado às 18:38

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Imagine se os Beatles desistissem da música no primeiro “não” que receberam de uma gravadora. É bem possível que o cenário do rock’n’roll fosse muito diferente do que é hoje. Mas, afinal, o que fez o quarteto britânico não abandonar seus sonhos? E por qual motivo, outras pessoas não têm o mesmo incentivo?

mãe incentivo sonho filho

FOTO: iStock/Getty Images

Desde a infância, podemos ser estimuladas a crer (ou não) em nossos sonhos e objetivos. Aprendemos a olhar para dentro de nós mesmas, avaliar a relação com nossa bagagem interior e “lutar” para moldar nossas capacidades e habilidades de forma a cumprir com nossos propósitos.

Assim, acreditar não é uma característica imutável, mas um aprendizado. Podemos ser treinadas a crer em nossos sonhos.

A coach Kátia Nascimento explica que, quando crianças, somos uma esponja: aprendemos tudo e repetimos, fixando o padrão adquirido em nosso cérebro, como o incentivo. “Esses hábitos cultivados vão criando ‘histórias’ na nossa mente e desenvolvendo discursos internos que são as crenças, capazes de nos limitar ou nos fortalecer”, pontua. Isso faz com que algumas pessoas possuam a tendência a confiar mais (ou menos) na concretização dos objetivos traçados.

LEIA TAMBÉM

Texto: Érica Aguiar

Consultoria: Kátia Nascimento, coach e pós-graduada em neurociências.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.