ENTRETENIMENTO

Edifício Joelma abriga histórias de fantasmas depois da tragédia

Depois do famoso incêndio de 1974, mistérios e histórias de fantasmas ainda cercam o Edifício Joelma, em São Paulo. Hoje, Praça da Bandeira

None
Edifício Joelma, Condomínio Edifício Praça da Bandeira, em 2008 (FOTO: Wikimedia Commons)

por Redação Alto Astral
Publicado em 08/08/2016 às 18:24
Atualizado às 17:03

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O nome mudou. O Edifício Joelma agora se chama Praça da Bandeira e está situado na cidade de São Paulo. Inaugurado em 1971, tem vinte e cinco andares, sendo dez de garagem, e fica no número 225 da Avenida Nove de Julho, com outras duas fachadas para a Praça da Bandeira e para a Rua Santo Antônio.

Edifício Joelma são paulo

Edifício Joelma, Condomínio Edifício Praça da Bandeira, em 2008 (FOTO: Wikimedia Commons)

O Edifício Joelma foi palco de uma tragédia em 1974, quando um incêndio atingiu o prédio e matou 188 pessoas e deixou centenas de feridos. Isso ajudou a espalhar o boato de que lá era um lugar assombrado e repleto de fantasmas. Na época do incêndio, 13 pessoas tentaram escapar pelo elevador, mas não conseguiram. Elas morreram carbonizadas lá dentro.

Os corpos, impossíveis de serem identificados, foram enterrados juntos e serviram de inspiração para o chamado “mistério das 13 almas” que, de acordo com funcionários que trabalham no local, são as vozes e vultos que pairam por ali atualmente. Os 13 corpos estão no Cemitério São Pedro, localizado na Vila Alpina, em São Paulo, e atraem diversos visitantes que, inclusive, agradecem as almas por suas graças alcançadas.

mistério 13 almas edifício joelma

Local onde estão os 13 corpos não identificados (FOTO: André Luiz Pereira Nunes/Wikimedia Commons)

SAIBA MAIS

“O Exorcista” e outras séries assustadoras!

A loira do banheiro existe? Descubra!

Chupa-cabra: conheça essa criatura aterrorizante

Texto: Carolina Firmino Edição: Érika Alfaro