A definição e o emprego dos pronomes demonstrativos

Pronomes demonstrativos indicam a posição em que um ser se encontra em relação à pessoa do discurso e podem aparecer adicionados a preposições

None

por Redação Alto Astral
Publicado em 03/11/2016 às 12:02
Atualizado às 18:45

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Pronomes demonstrativos indicam a posição em que um ser se encontra em relação à pessoa do discurso. As formas invariáveis sempre funcionarão como pronome substantivo. Os pronomes demonstrativos podem aparecer adicionados a preposições (de, em ou a).

São eles:

Este(s), esta(s), isto (invariável): primeira pessoa;
Esse(s), essa(s), isso (invariável): segunda pessoa;
Aquele(s), aquela(s), aquilo (invariável): terceira pessoa.

caderno, café, escrever pronomes demonstrativos

FOTO: iStock/Getty Images

Como empregar os demonstrativos?

  • Os pronomes “o(s)”, “a(s)” são empregados como pronome demonstrativo quando equivalem a “aquele(s)”, “aquela(s)”, “aquilo” ou “isso”.
  •  “Tal” e “semelhante” também podem funcionar como pronome demonstrativo se equivaler a “este”, “esse(s)”, “isso”.

• Os pronomes demonstrativos de primeira pessoa indicam que o ser está próximo a quem fala.

Ex: Este livro em minhas mãos será utilizado pelos alunos em 2016.

• Os pronomes demonstrativos de segunda pessoa indicam que o ser de que se fala está próximo à pessoa com quem se fala.

Ex: Essa rede ao seu lado foi comprada em Sergipe.

• Os pronomes demonstrativos de terceira pessoa indicam que o ser está próximo à pessoa de quem se fala, ou distante dos interlocutores.

Ex: Aqueles livros na sala dos professores serão utilizados pelos alunos em 2016.

• Os pronomes demonstrativos de primeira pessoa indicam tempo presente ou muito próximo do momento em que se fala.

Ex: Hoje é meu aniversário, por isso este dia é especial.

• Os pronomes demonstrativos de segunda pessoa indicam tempo passado relativamente próximo ao momento em que se fala.

Ex: Segunda-feira passada foi meu aniversário, por isso esse dia foi especial.

• Os pronomes de terceira pessoa revelam tempo remoto ou bastante vago.

Ex: Nos anos 1980, havia muitos programas infantis, naquele tempo os meninos eram telespectadores mais exigentes.

• Empregamos “este” ou “isto” quando algo ainda vai ser dito e “esse” ou “isso” quando já foi dito.

Ex: Só espero isto: que o governo olhe mais pela educação.

LEIA TAMBÉM

Texto: Redação Edição: Angelo Matilha Cherubini