ENTRETENIMENTO

Conheça mais sobre a alimentação dos atletas olímpicos

Confira como funciona a alimentação de atletas que se prepararam para os Jogos Olímpicos e como eles aliam a rotina de treinos com a ingestão calórica

None
Fonte: Umit Bektas/Reuters

por Redação Alto Astral
Publicado em 10/08/2016 às 12:49
Atualizado às 17:08

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Para enfrentar treinos pesados onde a resistência é colocada à prova em muitos momentos, atletas olímpicos precisam seguir uma alimentação para lá de balanceada, de acordo com seus objetivos.

Michael Phelps, recordista olímpico (que chegou a ganhar oito ouros em uma única edição), ficou conhecido por sua dieta hipercalórica nos Jogos Olímpicos de Pequim, onde o nadador ingeria mais de 12 calorias por dia, para conseguir compensar as incansáveis horas de treinamento.

Michael Phelps comendo um sanduíche

Fonte: Reprodução/ Divulgação

O resultado foi incrível: Phelps entrou para história por ser o atleta com maior número de medalhas de todos os jogos olímpicos.

Curioso com a alimentação olímpica, o fotógrafo Umit Bektas – que sempre indagou sobre como atletas conseguem administrar a quantidade de calorias ingeridas em relação a quantidade gasta – resolveu registrar em um ensaio fotográfico essa relação de treinos pesados, como na preparação para as olimpíadas, além da comilança dos esportistas. Confira!

Bahri Tanrikulu

Atleta olímpico sentado na mesa

Fonte: Umit Bektas/Reuters

Este é Bahri Tanrikulu, um lutador turco de taekwondo, que ingere aproximadamente 3.000 calorias por dia.

Alimentação completa de atleta olimpico

Fonte: Umit Bektas/Reuters

E isso é tudo que ele costuma comer em um dia de preparação para olimpíadas.

Mete Binay

Mete Binay na mesa com sua alimentação completa

Fonte: Umit Bektas/Reuters

Mete Binay é um atleta da Turquia, que compete na modalidade do levantamento de peso. Ele precisa comer 3.500 calorias por dia quando está em treinamento pesado.

Merve Aydin

Merve Aydin sentada a mesa com sua alimentação completa

Fonte: Umit Bektas/Reuters

A corredora Merve Aydin precisa ingerir 3.000 calorias quando se prepara para as olimpíadas.

Nur Tatar

Nur Tatar taekwondo comendo

Fonte: Umit Bektas/Reuters

Nur Tatar disputa no taekwondo e sua ingestão calórica é menor, quando comparada ao seus colegas de ensaio. A atleta consome 1.500 calorias por dia.

Elif Jale Yesilirmak 

Atleta olímpica sentado na mesa

Fonte: Umit Bektas/Reuters

Elif Jale Yesilirmak é uma lutadora olímpica russa, que compete representando a deleção da Turquia e ingere 3.000 calorias diariamente.

E aí? Você encararia uma dieta como estas?

VEJA TAMBÉM:

Cenas de amor protagonizadas nas Olimpíadas Rio 2016!

Conheça Chris Mosier, o primeiro atleta transgênero da seleção Olímpica dos EUA

10 atletas irão competir por equipe de refugiados nos Jogos Olímpicos