ENTRETENIMENTO

Desvendando o cérebro: é dividido mesmo em dois lados?

O cérebro é o órgão que comanda o bom funcionamento de todo o corpo. Será que ele é mesmo dividido em dois lados? E quais as diferenças entre homens e mulheres?

None
FOTO: Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 03/08/2016 às 18:34
Atualizado às 16:06

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O cérebro é um órgão um tanto quanto complexo, já que, mesmo com a ciência tão avançada, ainda não foi possível desvendá-lo completamente. Responsável por comandar todo o corpo, o órgão preenche a maior parte do crânio, sendo responsável pelas lembranças, resoluções de problemas, pensamentos e sentimentos.

“O órgão é dividido em cérebro reptiliano (responsável pelas áreas ligadas à sobrevivência e instintos); pelo sistema límbico (ou cérebro emocional), que é responsável pelas emoções e o neocórtex, encarregado por quase todas as funções executivas.

cérebro brilhante

FOTO: Shutterstock Images

Ainda é possível dividir o neocórtex em lobos frontal, responsável pela consciência, lobo temporal (humor), lobo pariental (que cuida da parte motora e sensibilidade do corpo) e o occiptal, que responde pela visão que é considerada uma das funções mais complexas do cérebro”, salienta o neurocientista e coach Aristides Brito.

Os dois lados do cérebro

O cérebro é dividido em dois hemisférios: o esquerdo e direito, sendo cada um responsável por uma tarefa. “O hemisfério esquerdo é mais voltado para a razão e o direito para as emoções e a sensibilidade. No entanto, já existem estudos (inclusive de imagens) que demonstram áreas nos dois hemisférios quando atuamos tanto em questões artísticas como mais matemáticas”, frisa Aristides.

Diferenças entre mulheres e homens

Muitos acreditam que os homens agem mais com a razão e as mulheres com o coração. Mas será que isso é verdade? “Estudos mais recentes envolvendo ressonância demostraram que há algumas áreas diferentes entre os cérebros de homens e de mulheres.

O volume maior da parte esquerda (no lóbulo ínfero pariental) nos homens justificaria um lado mais racional do que as mulheres, como um aumento nos lobos frontais e temporais nas mulheres – área responsável pela linguagem – definiria uma superioridade das mulheres quando se trata da comunicação e relacional”, responde Aristides.

Leia também!

5 curiosidades que você não sabia sobre o cérebro

Mitos e verdades sobre o cérebro

Tenha um cérebro mais criativo

Texto e entrevista: Paula Santana – Edição: Giovane Rocha/Colaborador

Consultoria: Aristides Brito, neurocientista, coach e diretor da Marca Pessoal Treinamentos