ENTRETENIMENTO

Budismo: filosofia de vida ou tradição religiosa? Entenda

Você sabe o que é o Budismo? Uns entendem como uma religião, outros afirmam se tratar de uma filosofia. Entenda o pensamento dos dois vieses

None
FOTO: Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 10/08/2016 às 18:24
Atualizado às 18:07

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O Budismo é uma doutrina que possui cerca de 500 milhões de seguidores espalhados pelo mundo. Entretanto, devido à ausência de uma divindade, da noção de pecado e de diversas peculiaridades que possui, ainda existe uma questão que gera discordância até mesmo entre os próprios budistas: o Budismo uma filosofia ou uma religião?

gif menino vela budismo

FOTO: Reprodução

Os dois lados da discussão sobre o Budismo

Com uma consulta ao dicionário da língua portuguesa, nota-se que o significado da palavra “filosofia” diz respeito a um sistema particular de uma escola ou época, ou ainda à elevação do espírito, razão ou resignação que nos coloca acima dos acidentes da vida, dos falsos preconceitos, do amor e das riquezas.

Mas, se observarmos o significado do termo “religião”, nos é apresentado a relação entre reverência ou respeito, culto prestado à divindade e, até mesmo, uma doutrina ou crença religiosa. Assim, diante das duas definições, como entender a doutrina budista?

budismo filosofia ou religião monges reunidos

FOTO: Shutterstock Images

De acordo com o portal budista Acesso ao Insight, o Budismo pode ser uma filosofia, uma vez que esse termo, para eles, significa amor à sabedoria. “Então, filosofia é o amor pela sabedoria ou amor e sabedoria. Independentemente, ambos significados descrevem o Budismo com perfeição. O Budismo ensina que devemos tentar desenvolver todo o potencial de nossa capacidade mental de modo que possamos alcançar o claro entendimento da realidade”, explica.

Para Pedro Krauss, praticante da tradição Soto Zen do Japão e ex-membro do Templo Zendo Brasil, o Budismo é uma religião que possui seus segmentos espalhados pelas muitas escolas budistas. “Cada uma delas tem uma interpretação diferente, um vestuário diferente, cerimônias, hierarquias, literatura e arte — são instituições cuidadosamente organizadas”, comenta.

SAIBA MAIS

O que é Nirvana? Entenda o conceito budista

7 dicas para começar a praticar meditação

Confira 5 frases inspiradoras de Buda

Texto: Redação Edição: Érika Alfaro Arte: Guilherme Laurente