ENTRETENIMENTO

Conheça a A Arte da Guerra, o livro mais antigo do mundo!

Com treze capítulos contendo ensinamentos aplicáveis para a vida pessoal e o mundo dos negócios, A Arte da Guerra ainda é um livro atual!

None
Foto: Reprodução

por Redação Alto Astral
Publicado em 12/01/2017 às 08:18
Atualizado às 16:58

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Sun Tzu era um tradicional general estrategista militar chinês que chegou a desenvolver um manual de guerra com a finalidade de instruir as futuras gerações quanto a essa “arte”, como ele mesmo a denominou. E foi assim que nasceu A Arte da Guerra, no século IV a.C..

Sim, esse é considerado o livro mais antigo do mundo, anterior até mesmo a Bíblia. Embora essa obra seja a primeira base de planejamentos e táticas militares, e que a guerra seja algo a ser evitado, Sun Tzu nos deixou um texto riquíssimo em estratégias que, hoje em dia, são totalmente aplicáveis ao mundo dos negócios, servindo como o manual de muitos empresários e administradores mundo afora. Assim, após mais de dois mil anos do seu lançamento, a obra ainda é tida como um dos livros mais vendidos do mundo.

a arte da guerra livro

Foto: Reprodução

O clássico A Arte da Guerra apresenta treze ensinamentos de Sun Tzu que tratam de estratégias e comportamentos que devem ser adotados no âmbito militar. E são exatamente essas lições que os pessoas de negócios se apropriam e acabam adaptando para sua empresa e também em sua vida pessoal.

Segundo Carlos Eduardo Pereira, consultor de carreiras, a obra de Sun Tzu é totalmente adaptável para o mundo moderno. “Além de preceitos de enfrentamento, este livro trabalha conceitos de vida, que se encaixam muito no mundo corporativo atual. Principalmente neste período, que passamos por uma crise, em que o ganho de capital a qualquer custo está começando a ser posto em xeque”, explicou.

OS ENSINAMENTOS DE SUN TZU
Capítulo I: Avaliações
Capítulo II: O Combate
Capítulo III: Estratégia de ataque
Capítulo IV: Preparação
Capítulo V: Disposição
Capítulo VI: O cheio e o vazio
Capítulo VII: Manobras
Capítulo VIII: As nove mudanças
Capítulo IX: Sobre a movimentação
Capítulo X: O terreno
Capítulo XI: Os nove territórios
Capítulo XII: Ataque com fogo
Capítulo XIII: O uso de espiões

LEIA TAMBÉM

Texto: Redação Alto Astral | Edição: Érika Alfaro | Consultoria: Carlos Eduardo Pereira, consultor de carreiras