ENTRETENIMENTO

8 mulheres esportistas que enchem qualquer brasileiro de orgulho

Ficou envergonhado com a Seleção Masculina? Aqui você tem motivos de sobra para se orgulhar!

None
Divulgação

por Redação Alto Astral
Publicado em 13/06/2016 às 18:12
Atualizado às 15:31

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

No último domingo (12), não foi difícil encontrar por aí alguém irritado com a atuação da Seleção Masculina de Futebol. Tudo isso porque o Brasil foi derrotado pelo Peru num jogo de 1 a 0, o que custou sua eliminação na Copa América Centenário. Num jogo sem emoção e muito criticado, a seleção decepcionou e fez muita gente se questionar: onde está o nosso bom futebol?

As redes sociais logo trouxeram a resposta: está com as mulheres! Ultimamente, o que não falta são motivos para se orgulhar das atletas brasileiras, de todos os esportes. Confira!

1. A melhor jogadora do mundo

Sim, a melhor jogadora do mundo é uma mulher. Melhor ainda, é uma mulher brasileira! Em 2015, Marta quebrou um recorde histórico durante a goleada de 11 a 0 sobre Trinidad e Tobago. Alcançando a marca de 98 gols na carreira, ela se tornou a maior artilheira da história da Seleção Brasileira, ultrapassando Pelé. Como se não bastasse, ela é também a maior artilheira da história das Copas do Mundo, ultrapassando Ronaldo. E também foi 5 vezes eleita a melhor jogadora do mundo. Não tem pra ninguém!

8 mulheres esportistas que enchem qualquer brasileiro de orgulho

Divulgação

2. Primeirona

A alagoana também acumula uma porção de ‘primeiros lugares’: ela é a primeira mulher a jogar uma partida internacional de futebol masculino, e também é a primeira e única mulher a deixar sua marca na calçada da fama do Maracanã.

8 mulheres esportistas que enchem qualquer brasileiro de orgulho

Divulgação

3. Trabalho de Formiga

A seleção feminina de futebol, no entanto, é recheada de estrelas. A jogadora ‘Formiga‘ é a única do mundo que já disputou as cinco edições das Olimpíadas, desde que o futebol feminino se tornou esporte olímpico. Ela também a primeira pessoa a vestir a camisa da Seleção brasileira por mais de 100 jogos!

8 mulheres esportistas que enchem qualquer brasileiro de orgulho

Divulgação

4. A primeira da tocha

A jogadora Fabiana, capitã da Seleção Feminina de Vôlei, foi a primeira pessoa a carregar a tochaolímpica dos Jogos Rio 2016 no Brasil, logo depois de receber a tocha das mãos da presidente Dilma Rousseff. “Sou negra, mulher, brasileira e atleta. A emoção de representar o povo brasileiro na chegada da chama olímpica em solo brasileiro é difícil de caber dentro do peito”, escreveu ela nas redes sociais. Que orgulho!

8 mulheres esportistas que enchem qualquer brasileiro de orgulho

Divulgação

5. Fabiana dando uma lição sobre racismo

No ano passado, durante um jogo do Sesi-SP contra o Minas, Fabiana foi vítima de ofensas racistas na quadra, mas decidiu não deixar o caso ser apagado. A capitã fez um desabafo nas redes sociais e deu uma lição de combate ao racismo. “Vivenciar isso é difícil e duro! Vivenciar isso na minha terra, torna tudo pior! Ontem durante o jogo contra o Minas, um senhor disparava uma metralhadora de insultos racistas em minha direção. […] Refleti muito sobre divulgar ou não, mas penso que falar sobre o racismo ajuda a colocar em discussão o mundo em que vivemos e queremos para nossos filhos. Eu não preciso ser respeitada por ser bicampeã olímpica ou por títulos que conquistei, isso é besteira! Eu exijo respeito por ser Fabiana Marcelino Claudino, cidadã, um ser humano. Basta de ódio! Chega de intolerância!”, escreveu ela.

8 mulheres esportistas que enchem qualquer brasileiro de orgulho

Divulgação

6. Futebol em todo lugar

Não é só no campo que a melhor jogadora do mundo é brasileira. No futsal, esse título também é canarinho: Amanda Lyssa de Oliveira, de 21 anos, já foi eleita duas vezes a melhor jogadora de futsal do mundo.

8 mulheres esportistas que enchem qualquer brasileiro de orgulho

Divulgação

7. Luta contínua

Joanna Maranhão não é só a nadadora brasileira que chegou mais longe nos Jogos Olímpicos, conquistando o quinto lugar em Atenas. Ela também é uma mulher que aos poucos, foi vencendo uma doença que acomete milhares de pessoas em todo o mundo: a depressão. Na infância, a nadadora revelou que sofreu um abuso sexual de um treinador, o que lhe causou sérios traumas e a fez conviver com quadros depressivos. Para se recuperar, ela contou com o apoio da família, tratamento psicológico e os treinos como uma forma de ultrapassar o problema.

8 mulheres esportistas que enchem qualquer brasileiro de orgulho

Divulgação

8. Primeira brasileira

Há três semanas, mais uma brasileira venceu disputas complicadas. A tenista Teliana Pereira acabou com o jejum de 25 anos sem atletas brasileiras vencendo em Roland Garros. Ela também é a segunda tenista do Brasilinteiro a disputar a competição mais acirrada da temporada.

8 mulheres esportistas que enchem qualquer brasileiro de orgulho

Divulgação

9. Brasileiras representam no Boxe

Você sabe dizer o nome de alguma pugilista brasileira? Pois é, esse esporte ainda é pouco incentivado entre as brasileiras. Mas Adriana Araújo vem mudando cada vez mais esse cenário! Ela é a primeira pugilista do Brasil a conquistar uma medalha olímpica, e vai representar o Boxe brasileiro em 2016 na categoria peso leve.

8 mulheres esportistas que enchem qualquer brasileiro de orgulho

Divulgação

10. Superação

Fabiana Murer não é só uma das mais importantes representantes brasileiras no salto com vara. Ela também tem uma grande história de superação. A atleta é pioneira nessa modalidade, e foi uma das pessoas que ajudou a tornar o esporte mais reconhecido e respeitado no Brasil. Durante um treino, se acidentou numa aterrissagem, mas nem por isso desistiu. Ela ia treinar todos os dias, mesmo com o pé engessado e muletas, e ao voltar, conseguiu criar uma técnica mais aprimorada de decolagem para diminuir a dor no pé. Hoje é recordista brasileira e sul-americana no esporte!

8 mulheres esportistas que enchem qualquer brasileiro de orgulho

Divulgação