ENTRETENIMENTO

10 curiosidades sobre as Olimpíadas de Los Angeles 1932

Confira os fatos mais curiosos ocorridos durante a disputa das Olimpíadas de Los Angeles 1932. Depois da ausência em Amsterdam, o Brasil voltou a

None
Foto: Reprodução

por Redação Alto Astral
Publicado em 19/08/2016 às 08:09
Atualizado às 18:12

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Confira os fatos mais curiosos ocorridos durante a disputa das Olimpíadas de Los Angeles 1932. Depois da ausência em Amsterdam, o Brasil voltou a participar, porém, de maneira bem modesta.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

  1. Sem dinheiro para financiar a viagem até os EUA, o governo brasileiro encontrou uma solução inusitada: embarcou a delegação no Itaquecê, um navio carregado com 50 mil sacas de café. Além de trabalharem na embarcação, os atletas brasileiros tinham que vender o produto nos portos. Não conseguiram e chegaram sem dinheiro para a taxa de desembarque: um dólar por pessoa. Assim, apenas 32 atletas desembarcaram e juntaram-se aos que haviam viajado por conta própria.

  2. O corredor Adalberto Cardoso foi um dos escolhidos a permanecer no Itaquecê, porém, conseguiu fugir em San Francisco e foi a Los Angeles a pé. Chegou dez minutos antes da prova dos 10.000m começar. Exausto e descalço, ficou em último lugar, completando a distância sozinho na pista. Foi aplaudido de pé pela persistência e os norte-americanos o apelidaram de “Homem de Ferro”.

  3. Maria Emma Hulda Lenk Zigler. Esse é o nome da primeira mulher sul-americana a participar de uma Olimpíada. A nadadora brasileira foi inscrita nas provas dos 100m livre, 100m costas e 200m peito. Não conseguiu disputar as finais, mas o simples fato de ter viajado, mesmo sem treinamento adequado e sem apoio financeiro de qualquer espécie, já foi heroico. Faleceu em abril de 2007, aos 92 anos.

  4. Além disso, pela primeira vez na história dos Jogos, os atletas tiveram algum conforto. O conceito de vila olímpica atual, com restaurante, centro de imprensa e outras comodidades, foi inaugurado nas Olimpíadas de Los Angeles 1932. No entanto, os competidores masculinos foram hospedados na vila separados das mulheres, que ficaram em hotéis.

  5. Na competição, os EUA mantiveram a supremacia no quadro de medalhas. Porém, viram os japoneses dominarem a natação masculina, em que só não levaram ouro nos 400m livre.

  6. Os norte-americanos, que sempre torceram o nariz para o futebol, optaram por não incluir a modalidade no programa. O fato, mais tarde, reforçaria a intenção do COI em limitar a influência das cidades-sede no programa.

  7. Politicamente não houve muita interferência nos Jogos. A mais notável foi o protesto da China que, em virtude da invasão japonesa à Manchuria, tentou enviar atletas daquela região para competirem sob sua bandeira. Ante a recusa do COI, os chineses inscreveram apenas um competidor: o corredor Liu Changchun.

  8. Pela primeira vez na história dos Jogos Olímpicos as cerimônias de entrega das medalhas foram realizadas logo após as provas, com hasteamento das bandeiras dos três medalhistas e execução do hino do país do atleta vencedor. Até então, a festa da entrega dos prêmios era feita para todas as modalidades juntas, no último dia de competições.

  9. A Olimpíada de 1932 também foi a primeira com duração de 16 dias – de 1900 a 1928 nenhuma edição dos Jogos durara menos que 79 dias. A inovação mostrou-se acertada, tanto que até hoje o evento é realizado em um período entre 15 e 18 dias.

  10. Em sua terra natal, o campeão olímpico Jim Thorpe, que tivera suas medalhas cassadas, recusou entradas gratuitas para acompanhar as competições de natação. Mas voltou atrás após ser convidado pelo vice-presidente Charles Curtis a fazer-lhe companhia em seu camarote.

VEJA TAMBÉM

10 curiosidades sobre as Olimpíadas de Amsterdam 1928

10 curiosidades sobre as Olimpíadas de Paris 1924

10 curiosidades sobre as Olimpíadas de Antuérpia 1920