Eduardo Costa é investigado por estelionato mas nega crime; entenda!

O cantor está sendo investigado pela Polícia Civil e pode ter que pagar indenização

Eduardo Costa é investigado
Por Adriele Silva - 17/05/2018

Foto: Reprodução/Instagram

Eduardo Costa é investigado por estelionato pela Polícia Civil (PC). De acordo com o Jornal SBT Brasil, o sertanejo teria comprado uma mansão de R$ 9 milhões em Belo Horizonte e quitado a dívida com um imóvel construído em área de preservação permanente.

Conforme o programa do SBT noticiou no último sábado (12), o cantor teria pago R$ 2 milhões de reais à vista e o restante do valor seria quitado com seus bens de luxo, como barcos, imóveis e carros.

O problema começou quando o cantor colocou um determinado imóvel na negociação. Avaliada em R$ 6 milhões, a residência de Eduardo Costa  está sendo investigada pelo Ministério Público desde 2013, já que foi construída em área de preservação permanente.

De acordo com o Boletim de Ocorrência (B.O) feito pelos novos donos da mansão, Eduardo Costa cometeu o estelionato ao esconder dos proprietários esta informação. Além da anulação do contrato, os negociadores pedem R$ 10 mil reais por danos morais.

Em contato com a assessoria do sertanejo, o Jornal SBT Brasil foi informado que as acusações são descabíveis: “injustificadas, falaciosas, e que os fatos ainda não foram esclarecidos”.

A casa investigada pelo Ministério Público está localizada no sul de Minas Gerais, às margens do lago Furnas, na cidade de Capitólio.

LEIA TAMBÉM: