Saiba o que é drenagem facial e como realizar a massagem em casa

Aprenda a praticar o método em si mesma e aumente a vitalidade de sua pele

drenagem facial
Foto: Shutterstock

Sobrou um tempinho extra na correria do dia a dia? Que tal aproveitar para se jogar em mais uma prática de selfcare? Se você é fã de máscaras faciais, com certeza gostará de realizar sua própria drenagem facial em casa. E mais: ainda é possível tirar um dia para aventurar-se em uma rotina de spa e aproveitar para fazer as duas coisas de uma vez só.

Para que serve a drenagem facial?

A drenagem facial é uma técnica de massagem que contribui para a eliminação de toxinas, por meio da ativação da circulação sanguínea e o aumento da vitalidade da pele. Ao estimular os glóbulos brancos, a técnica oxigena a cútis – gerando mais firmeza e reduzindo a sensação de inchaço e as linhas de expressão.

Além disso, o método é capaz de tornar a aparência mais limpa e luminosa, além de ser ótima para aplicar após a depilação, consultas com o dentistas e cirurgias plásticas na região do rosto, uma vez que diminui hematomas e edemas.

Como fazer?

O processo tem seu início a partir da região da clavícula e vai subindo em direção ao pescoço até chegar na boca, bochechas e, por fim, na testa. Mas é preciso ter atenção! O passo a passo deve ser seguido com bastante rigidez para que o procedimento realmente funcione e as toxinas sejam eliminadas por meio do sistema linfático. No entanto, pessoas que sofrem com acne é recomendado que não façam o método.

Comece pelo ângulo venoso

Fazendo movimentos circulares com a ponta dos dedos (colocando uma leve pressão) acima das clavículas, vá subindo vagarosamente e de forma constante, passando por cada pedacinho da região por cerca de 6 a 10 vezes. Nessa área do corpo fica o ângulo venoso – que trabalha para levar a linfa (líquido originado no sangue que é composto proteínas e lipídeos) para a corrente sanguínea próxima do coração.

Indo em direção ao pescoço

Após a primeira etapa, é hora de realizar movimentos circulares na lateral do pescoço para drenar a região. Para isso, vá pressionando o músculo com os dedos, não esquecendo de passar também pela nuca. Utilize as mãos para “empurar” a linfa do pescoço em direção à clavícula.

Queixo e boca

Novamente, com a ponta dos dedos (indicador e médio), pressione o centro do queixo fazendo movimentos circulares. Depois disso, foque sua atenção abaixo do lábio inferior e deslize os dedos ainda com movimentos circulares, transportando a linfa ao centro do queixo.

Bochecha e nariz

Com os dedos posicionados próximos às orelhas, faça movimento circulares e pressionando entre 6 e 10 vezes. Feito isso, utilize as pontas dos dedos na lateral da bochecha “puxando” a linfa em direção à orelha. Faça o mesmo nas regiões ao lado do nariz e abaixo da pálpebra inferior.

Olhos

Deslize os dedos do canto externo do olho até a região atrás das orelhas. Depois disso, faça movimentos circulares que começam acima da pálpebra superior e que arrastam a linfa até a parte próxima às orelhas. Para finalizar a área, estimule novamente as orelhas.

Testa

A partir do centro da testa, realize movimentos circulares para direcionar a linfa até as orelhas. Para finalizar, repita o primeiro procedimento no pescoço (nas cláviculas).

Leia também: