O que diz a Bíblia sobre o casamento,o álcool e a educação? Conheça!

São tantas traduções, tantas interpretações, tantas metáforas... Mas o que realmente diz a Bíblia sobre casamento, álcool, educação entre outros?

bíblia-diz-mãos
FOTO: iStock/Getty Images

Um livro escrito há mais de dois mil anos e que se mantém como o mais vendido da história é usado como uma espécie de guia por muitas pessoas. No decorrer dos tempos, o seu conteúdo foi fonte de inspiração, de explicação para guerras, de documentação do percurso do mundo e de muitas polêmicas. Entre tantos pontos, uma coisa inegável é a importância desses escritos milenares, que são objetos de estudo até hoje.

 

bíblia-diz-mãos

FOTO: iStock/Getty Images

 

A Bíblia foi escrita por muitas mãos, isso já sabemos, mas uma questão fundamental é a maneira como ela é entendida. São tantas traduções, tantas interpretações, tantas metáforas. Trechos são levados ao pé da letra por alguns – os fundamentalistas – e entendidos no sentido figurado por outros. Conheça o que realmente esse Livro Sagrado tem a dizer sobre:

Casamento

E tomou Lameque para si duas mulheres; o nome de uma era Ada, e o nome da outra, Zilá (Gênesis 4:19). O homem poderia ter quantas esposas pudesse sustentar. As mulheres deveriam ser servidoras dos maridos, com direitos e deveres.

 

Negócios

Juros: proibido. Trapacear: proibido. Cobiça: proibido. Em tempos em que as “transações financeiras” eram à base da troca de grãos, Jesus ainda condenava que alguém cobrasse um empréstimo.

 

Educação

“A vara e a repreensão dão sabedoria, mas a criança entregue a si mesma, envergonha a sua mãe (Provérbios 29:15). A Bíblia também orienta que as crianças devem ser apresentadas a Deus, que os pais deem bom exemplo aos filhos e os ensinem a ser disciplinados.

 

família-feliz-diz

FOTO: Shutterstock Images

 

Sacrifícios e castigos

E quem raptar um homem, e o vender, ou for achado na sua mão, certamente será morto” (Êxodo 21:16). Muitos crimes, como sequestro e adultério, são considerados dignos de pena de morte pelas escrituras. A Bíblia também contém muitos sacrifícios, principalmente de animais, como bois e carneiros. Entretanto, Jesus surge com a seguinte sentença: “Porque eu quero a misericórdia, e não o sacrifício” (Oséias 6:6).

 

Álcool

O vinho é uma bebida muito citada nas sagras escrituras. Não existe nenhum trecho que proíba o consumo do álcool, apenas há a orientação para que os sacerdotes não bebam antes de entrar no templo. Existe até uma passagem em que “bebidas fortes” são recomendadas para aqueles que estiverem na eminência de padecer e que o vinho é aconselhado para os “amargurados de espírito” (Provérbios 31:6).

 

vinho-taça-diz

FOTO: Shutterstock Images

 

LEIA TAMBÉM

 

TEXTO: Érika Alfaro  EDIÇÃO:Nathália Piccoli