Dieta sem erro! Conheça as 7 principais falhas das dietas e fuja delas

Saiba quais são os 7 erros mais comuns das dietas e corrija-os imediatamente. Logo você verá os efeitos na balança e no corpo.

Alimentos, frutas, sobre a balança, fundo branco
Foto Shutterstock.com

Vive de dieta e não consegue emagrecer? Às vezes, por ouvir os conselhos errados, tudo vai por água abaixo! Saiba quais são os 7 erros mais comuns das dietas e, se estiver cometendo algum (ou alguns) deles, corrija-o imediatamente – assim, logo você verá os efeitos na balança e no corpo. Confira!

Alimentos, frutas, sobre a balança, fundo branco

Foto Shutterstock.com

1 – Ficar sem comer

Ao contrário do que muitos pensam, pular refeições desacelera o metabolismo e faz com que o organismo estoque gorduras para se prevenir de futuros jejuns. O ideal é se alimentar em porções menores, de cinco a seis vezes ao dia (café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia).

2 – Cortar carboidratos

Você pode diminuir o consumo, mas jamais excluir de seu cardápio diário. Isso porque os carboidratos oferecem energia ao corpo e, em sua falta, o organismo passa a queimar massa muscular, gerando flacidez. Além disso, a sua ausência também faz mal à saúde, uma vez que eles são os responsáveis pela fixação das proteínas nos músculos.

3 – Lei da compensação

Exagerou um dia, então, compense o deslize redobrando os cuidados com a alimentação e intensificando a prática de exercícios físicos ao longo da semana. Essa medida até é válida, desde que não se torne um hábito. Fique atenta, pois, se ficar pisando na bola toda semana, de nada vai adiantar o seu programa de emagrecimento.

4 – Pressa

Imagem Giphy.com

Quando você come rápido, demora mais para espantar a fome, pois não dá tempo do cérebro assimilar a chegada da comida ao estômago. Já quando se mastiga devagar, o cérebro emite sinais de saciedade ao organismo. Outra dica poderosa para que a correria do dia a dia não atrapalhe sua dieta é procurar fazer as refeições em locais tranquilos e não muito lotados.

5 – Não beber água

A água hidrata o corpo e ajuda a controlar a fome. E mais: por ser um alimento termogênico, consumindo 2 litros de água gelada diariamente, é possível eliminar aproximadamente 200 calorias, o que corresponde a 17 minutos andando na esteira. Além disso, a água ativa o poder das fibras, que controlam o trânsito intestinal, desintoxicam o organismo e ajudam a diminuir a barriguinha.

6 – Abusar dos “light’s”

Todo alimento que tem a partir de 25% menos de algum nutriente em sua composição, como gordura ou açúcar, é considerado light. Se exagerar nesses alimentos, eles podem engordar tanto quanto os normais. Há ainda uma outra pegadinha: o produto é considerado light porque não tem açúcar, mas pode ser rico em gordura. Fique atenta!

Leia também:

7 – Trocar refeições por frutas

As frutas são muito nutritivas e indispensáveis para a dieta. Mas jamais você conseguirá tirar delas todos os grupos alimentares necessários para a sobrevivência. A carência de alguns minerais, como o ferro, por exemplo, pode causar anemia.