Dicas para aproveitar talos, cascas e sementes dos alimentos

Talos, cascas e sementes costumam ser eliminados durante o preparo de diversos pratos. Mas que tal começar a inserí-los na sua alimentação?

Frutas, verduras e legumes variados na banca da freira
Foto: Shutterstock Images

Ao cozinhar uma sopa deliciosa ou fazer um suco refrescante, acabamos deixando de lado partes importantes dos alimentos: talos, cascas e sementes estão repletos de nutrientes e podem fazer uma grande diferença na saúde da sua refeição – e do seu bolso! Em tempos de economia, aprender como utilizar toda a fruta, o legume ou a verdura, pode ser uma alternativa para fazer os ingredientes da geladeira renderem até o final do mês. Afinal, por que desperdiçar partes igualmente ricas em fibras, vitaminas e sais minerais? Ensinamos você a aproveitar talos, cascas e sementes dos alimentos, para deixar o seu cardápio ainda mais nutritivo!

Frutas, verduras e legumes variados na banca da freira

Foto: Shutterstock Images

Talos

Com eles é possível preparar farofas, bolinhos, patês, suflês, panquecas e recheio de tortas.

 Cascas

Devem ser consumidas preferencialmente junto com todo o alimento. Isso facilitará a preparação, pois você não terá que retirar nem guardar as cascas para consumir posteriormente. E também irá aproveitar todas as vitaminas, minerais e fibras além de evitar a contaminação do alimento. A abobrinha, a batata, a cenoura, o chuchu e a beterraba são exemplos de legumes que podem ser consumidos com casca.

VEJA TAMBÉM:

É possível comer fora sem sair da dieta?

13 alimentos ricos em fibras para você investir!

Dicas para higienizar e conservar os alimentos corretamente!

 Sementes

As mais consumidas são as de abóbora. Podem ser feitos aperitivos, biscoitos e bolos a partir da farinha dessa semente. Ricas em fibras, auxiliam no bom funcionamento intestinal.

Cuidados no preparo

Lave bem os alimentos em água corrente. Os mais rugosos podem ser esfregados com uma escovinha. As folhas devem ser lavadas uma a uma, dos dois lados. Se for usá-las cruas, deixe mergulhadas em solução clorada por 15 minutos, enxaguadas e cortadas antes do preparo. Para preservar ainda mais os nutrientes, evite a água para refogar e utilize menos líquido para cozinhar. Evite cozinhar durante muito tempo, apenas o necessário para que fiquem macios.

Texto: Fer Vasconcelos/Colaboradora | Consultoria: CEASA