Está em busca de dias melhores? Então, reze para Santo André

Conheça a história do convocado pelo Cristo para ser "pescador de homens". Faça também sua oração em busca de esperança por dias melhores

Santo André em pintura de Pedro Pablo Rubens
IMAGEM: PEDRO PABLO RUBENS / MUSEU NACIONAL DO PRADO / DIVULGAÇÃO

Santo André é conhecido como o patrono dos peixeiros, da Escócia, dos pescadores e das mulheres que desejam engravidar. Celebrado em 30 de novembro, também ilumina o caminho das pessoas que buscam por dias melhores. Conheça sua história e, depois, faça uma oração prece especial.

Discípulo de João Batista

Santo André era irmão de Simão, nasceu em Betsaida e era pescador. O Evangelho segundo João diz que André era discípulo de João Batista. Assim, o irmão de Pedro levou João, o Evangelista (e irmão de Tiago), a seguir Jesus. Depois, apresentou Jesus a seu irmão, dizendo ter encontrado “o messias”. Por isso, ele e Simão foram nomeados “pescadores de homens”, fazendo uma comparação da profissão e a missão como evangelizadores.

Segundo no comando

Entre os colegas apóstolos, era considerado o “segundo na herarquia”, logo abaixo de seu irmão. No milagre da multiplicação dos pães, é André quem apresenta o menino que tem cinco pães e dois peixes. Quando os gregos pedem para ver Jesus, o apóstolo Filipe vai falar com André e André conversa com Jesus. Além do fato ressaltar sua importância entre os apóstolos, essa intermediação de André ressalta sua alcunha de “ponte do Salvador”.

Mesmo fugindo quando seu mestre foi preso, obteve o perdão de Jesus ressuscitado e a força do Espírito Santo no dia de Pentecostes (a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos e Maria, tradição celebrada pela Igreja 50 dias após a Páscoa).

Padroeiro de Constantinopla

Depois da morte de Jesus, André teria espalhado o evangelho pela Ásia Menor (região dos mares Cáspio e Negro),  conforme relata o historiador Eusébio de Cesareia. Por passar pela região, tornou-se o santo padroeiro da Rússia e da Romênia. Teria fundado a sede de Bizâncio (em Constantinopla, atual Istambul) e, no ano de 38, instaurado Estácio (um dos Setenta Discípulos) como bispo. Essa diocese transformou-se no Patriarcado de Constantinopla, do qual André é reconhecido como santo padroeiro.

Sua morte, fixada no ano de 60, não consta na Bíblia. Segundo a tradição, André foi atado a uma cruz em forma de X, na Grécia, em Patras, resistindo a dois dias de sofrimento. O objeto é comumente conhecido como “cruz de Santo André”. No ano de 357, o imperador Constantino, convertido ao cristianismo, enviou os restos mortais de André para Constantinopla (atual Istambul). Como destino final, foram levados a Patras e abrigados numa catedral que leva o nome do santo reconhecido pelas Igrejas Romana e Ortodoxa, e celebrado em 30 de novembro pelos cristãos.

Orações para Santo André

Clique nas laterais da galeria para conferir as orações.

Reze com fé a oração de Santo André:

LEIA TAMBÉM!

Texto e edição: Ricardo Piccinato