Decoração acessível

Avalie

Antes de começarmos a falar em decoração, poderemos pensar um pouco no que está acontecendo com a moda: hoje em dia, muitas pessoas podem vestir-se melhor, gastando menos. E essa possibilidade/realidade começa a chegar no segmento da decoração. É possível, sim, morar melhor, gastando menos!

apartamento com decoração acessível

Projeto: Neto Porpino. Armários de cozinha comprados na loja Magazine Luiza montados de ponta cabeça. Foto: Luis Germano/Colaborador

Esse processo pode ser uma transformação rápida, com pouca interferência, e ter um resultado surpreendente!

Às vezes, uma simples mudança de posição de um móvel pode mudar completamente a aparência ou uso de um espaço; uma pintura, uma cor de destaque, uma adequação de medidas (alturas, distâncias, etc…). Nem sempre, pagar mais é garantia de um resultado feliz.

Assim como acontece na moda, a decoração está mais ao alcance das pessoas. É claro que não poderemos esperar que certos produtos sejam ‘’eternos’’. Não são descartáveis, mas, já são comprados com uma expectativa de uso, de cinco a dez anos, quando muito.

apartamento com decoração acessível

Solução econômica: painel pintado, ao invés da utilização de painéis de madeira. A parede de tijolinhos foi feita com papel de parede. Foto: Luis Germano/Colaborador

A decoração nem sempre é como uma ‘’receita de bolo’’, cada caso é um caso. São vários os fatores que podem interferir na materialização desse sonho, desejo ou satisfação: possibilidades financeiras e espaciais, necessidades, hábitos, gostos individuais, coletivos e etc…

Há alguns anos, pessoas que sonham em morar melhor, gastando menos, têm um aliado que são as revistas com ideias criativas e preços acessíveis. Elas não substituem um profissional (arquiteto, decorador ou design de interiores), mas, seus leitores perceberão que essas ideias foram possíveis, principalmente, por terem sido criadas por nós profissionais.

Na hora de reformar, o primeiro passo é saber quanto gastar e em quê. A partir daí, priorizar o mais necessário. Se não for possível mobiliar/decorar tudo, faz-se por ambiente. E se não for possível fazer todo o ambiente, prioriza-se o mais necessário, até concluí-lo totalmente.

apartamento com decoração acessível

Foto: Luis Germano/Colaborador

A sensação de bem estar em um ambiente está diretamente ligada a três fatores: equilíbrio, harmonia e proporção. E para que esse resultado aconteça, a orientação de um profissional, além de deixar o espaço melhor aproveitado e mais bonito, poderá evitar gastos desnecessários.