Você mais criativa: saiba desenvolver sua capacidade de inovação

Mesmo sendo uma característica natural do ser humano, a capacidade de inovação precisa ser exercitada dia a dia para se desenvolver – saiba como!

mulher morena pensando inovacao
Por Giovane Rocha - 07/01/2017

FOTO: Shutterstock.com

A exigência de adaptação como característica humana faz da criatividade uma habilidade que exige determinados esforços para ser colocada em prática. Para Juliana Albanez, coach especialista em marketing e comunicação, a não conformidade com o estabelecido – ou imposto – faz parte dessa tendência natural de inovação.

Pensar sempre da mesma maneira, ouvir as mesmas pessoas e fazer as coisas do mesmo jeito são atitudes que bloqueiam o potencial de inovação. Em contrapartida, estar em constante aprendizado aumenta nosso acervo de possibilidades para resolver problemas ou fazer coisas iguais de outras maneiras”, explica o coach Diego Knebel, especialista em recursos humanos.

mulher morena pensando inovacao

FOTO: Shutterstock.com

Aprender é estar em contato com novas informações e práticas. Por isso, consiste em uma experiência capaz de proporcionar ideias distintas daquelas que um indivíduo já possui. Nesse sentido, adquirir novos conhecimentos, processá-los e repensá-los é um processo primordial para que novas percepções tenham origem.

E aprender não quer dizer simplesmente estudar, mas viver coisas novas. “Para quem quer enxergar as coisas de ângulos diferentes, a dica é conviver com conteúdos e contextos variados: ler bons livros, ouvir boas músicas, investir em qualidade de vida, dormir bem, visitar e viajar para novos locais e conversar com pessoas de diferentes faixas etárias”, ressalta a publicitária Ana Flávia Farias. Quanto mais ideias diferentes coletamos, mais fácil será para que nosso cérebro faça a ligação do próprio repertório para a criação de conceitos originais.

No entanto, não adianta encher a mente e não conseguir parar e pensar no agora. Além de não ajudar em nada, ainda prejudica o processo de inovação. “Sempre que uma situação-problema se apresentar, busque respirar, relaxar e se concentrar para que novas possibilidades de resolução apareçam. Geralmente, ideias criativas ocorrem quando estamos tranquilos e sem preocupações. Você já encontrou, mentalmente, a solução para algum problema enquanto andava no parque ou tomava banho? A correria do dia a dia e as várias tarefas da nossa agenda travam nosso poder de inovação e criatividade”, analisa Diego.

LEIA TAMBÉM

Texto: Augusto Biason e Érika Alfaro/Colaboradores – Edição: Giovane Rocha/Colaborador

Entrevistas: Victor Santos e Natália Negretti – Consultorias: Ana Flávia Farias, proprietária da agência de publicidade Laço Criativo; Diego Knebel, pós-graduado em recursos humanos e master coach da Kasulo Desenvolvimento Humano; Juliana Albanez, coach, palestrante e jornalista especialista em marketing e comunicação