Dançar também é exercício! Conheça os benefícios dessa atividade

Zumba, dança do ventre, balé, dança de salão... Além de ser uma atividade divertida, dançar também proporciona benefícios para o corpo e para a mente!

dançar se ela dança eu danço filme
Foto: Reprodução

Dançar é um exercício que exige intensa movimentação do corpo enquanto faz o cérebro trabalhar mais, uma vez que envolve coordenação motora. “A dança é altamente benéfica para nos manter jovens. Atrasa imensamente o processo de envelhecimento, beneficia o coração e aumenta a capacidade pulmonar”, diz Fábio Cardoso. Além de afiar a memória, ao fazer o praticante relembrar os passos, sequências e padrões de cada dança, favorecendo a concentração.

dançar se ela dança eu danço filme

Cena do filme “Ela Dança, Eu Danço”, de 2006 (Foto: Reprodução)

Dançar zumba

A dança é uma das mais famosas e praticadas em academias. Isso porque ela é agitada, com músicas latinas (salsa, mambo, samba e merengue) e trabalha o corpo todo, principalmente os membros inferiores. Por causa da energia positiva e da diversão, a dança eleva a autoestima e estimula a memória, para decorar os passos ensinados pelo professor.

Em uma hora de aula, a perda calórica chega a 1.000 calorias. Mas outras danças também ajudam a emagrecer e descontrair, sendo oferecidas em academias: balé, street dance, dança de salão e dança do ventre.

LEIA TAMBÉM

Texto: Júlia Prado | Edição: Érika Alfaro/Colaboradora