Limão: curiosidades sobre a fruta e como utilizá-la no seu dia a dia

Você sabia que o limão tira manchas dos móveis? Confira essa e outras curiosidades sobre a fruta e saiba como utilizá-la no seu dia a dia!

Limão cortado ao meio
Foto: iStock.com/Getty Images

Seja em forma de tempero para carnes, peixes e saladas, ou em combinações como chás e águas com propriedades emagrecedoras, o limão está presente em grande parte dos cardápios das dietas atualmente. Mas você sabia que, além eliminar toxinas e auxiliar na perda de peso, ele tem ação bactericida e pode combater o resfriado? O médico especialista em plantas medicinais Alex Botsaris revela essa e outras curiosidades sobre a fruta azedinha que é uma grande aliada da dieta!

Limão cortado ao meio

Foto: iStock.com/Getty Images

1. O limão-taiti não é limão

Cientificamente, o que difere o limão da lima é o grau de acidez: considera-se lima as frutas mais cítricas e limão as mais suaves. Por esse motivo, os tipos taiti e galego são classificados como limas, e não limões.

2. Ele tira odores fortes da comida

Por ser forte, o cheiro do limão muitas vezes se superpõe ao de outros odores.

3. A mistura de limão com alho e mel combate o resfriado

O limão possui uma substância chamada d-limoneno, que aumenta as defesas do corpo e é antiviral. Já o alho e o mel são expectorantes.

4. A sua semente é responsável por deixar a limonada ainda mais amarga

O limão é azedinho por natureza devido à presença de uma substância chamada limonoide. Porém, suas sementes possuem outros princípios ativos que deixam a fruta mais amarga ainda.

5. Limão é bactericida

Ele pode ser utilizado para combater as bactérias que ficam nos utensílios domésticos. Entretanto, a fruta não é capaz de tratar infecções causadas por esses micro-organismos.

6. Ele tira manchas dos móveis

Mas só deve ser utilizado em superfícies lisas e não-orgânicas, como pedras e cerâmicas. “Não passe o limão na madeira. Na tentativa de retirar uma mancha, você pode acabar criando outra”, aconselha o profissional.

Edição de texto: Mariana Siqueira/Colaboradora |Texto: Leonardo Valle/Colaborador | Consultoria: Alex Botsaris, médico especialista em plantas medicinais e autor do livro Fórmulas Mágicas: como utilizar e combinar plantas para o tratamento de doenças

LEIA TAMBÉM