Você sabe o que é ‘cruelty free’? Entenda o significado do selo em produtos

Artigos livres de crueldade não são necessariamente livres de exploração animal

cruelty free
Foto: Shutterstock

Ainda que o termo esteja cada vez mais sendo discutido e virado tema de debates, as informações acerca do assunto ainda são bastante limitadas e chegam a apenas grupos muito seletos da sociedade, o que dificulta para que grandes mudanças realmente comecem a ser realizadas. Pensando nisso, nós fizemos um pequeno guia sobre o que significa cruelty free e o que faz um produto ser livre de crueldade animal.

Afinal, o que é cruelty free?

Os produtos cruelty free (em português: “livre de crueldade”) são aqueles que não são testados em animais e surgiram como uma opção mais ética de vendas e consumo. As empresas que adotam essa linha, comprometem-se a não realizar testes em animais e a não comprar ingredientes de empresas que têm essa prática. As companhias que conseguem passar por todos os rigorosos processos de auditoria para verificar se seguem os padrões, conseguem o selo da instituição Cruelty Free International, chamado de ‘Leaping Bunny‘.

Como identificar se um produto é cruelty free?

Para quem busca realmente evitar ao máximo os maus tratos aos animais, é importante ressaltar que checar se o produto a ser consumido possui o selo, infelizmente, não basta. Isto porque muitas empresas ainda utilizam o título de forma meramente arbitrária e como forma de marketing para atrair mais clientes. Algumas grandes companhias conseguem burlar o sistema fazendo com que seus fornecedores ou a uma empresa terceirizada realize os testes em animais sem fazer referências à marca.

Cruelty Free

Foto: Divulgação

Produtos livres de crueldade não são necessariamente livres de exploração animal

Vale ressaltar que ainda que algumas marcas realmente sejam cruelty free não quer dizer que elas são veganas e totalmente livres de exploração animal. Nenhuma das organizações que concedem esse selo hoje no mercado possuem restrições que proíbam o uso de ingredientes de origem animal em suas composições, por exemplo.

Pelos, penas, gordura e outros componentes que são criados a partir da vida de animais são considerados cruelty free, já que o termo está estritamente relacionado a não realização de testes químicos. Aqueles que buscam uma opção que realmente não possua nenhum tipo de crueldade, podem procurar marcas veganas que estão cada vez mais sendo consumidas.

Leia também: