Crise no casamento: 3 soluções para os problemas que podem surgir

Se a relação está desgastada, acredite: vocês podem superar! A psicóloga Cristiane Moraes Pertusi dádicas do que fazer para solucionar as crises

Casal, brigados, de costas um pro outro, sentados no sofá
Foto iStock.com/Getty Images

Discussões são comuns, mas podem desgastar a relação – principalmente se o motivo for mais sério, como uma traição. No entanto, acredite: se há amor, vocês podem superar! A psicóloga Cristiane Moraes Pertusi deu dicas do que fazer para solucionar a crise no casamento.

Casal, brigados, de costas um pro outro, sentados no sofá

Foto iStock.com/Getty Images

Traição

Problema: “a frase ‘ninguém ocupa um lugar que é bem ocupado’ parece simples, mas retrata o quanto o casal pode estar em conflito quando deixa entrar uma terceira pessoa na relação. Isso revela que há distanciamento afetivo, dificuldade de comunicação, insatisfações, inseguranças e até perda do amor ou interesse por ambos ou por um dos cônjuges”, afirma a psicóloga.

Solução: sempre quando há conflito entre o casal, é importante que ambos busquem se comunicar e expressar seus sentimentos, renegociar mudanças e novas formas de lidar com suas questões rotineiras. “Quando um dos cônjuges não expõe suas necessidades, sentimentos, desejos e frustrações, isso afasta afetivamente o casal”, avalia a especialista.

Diferenças com a educação dos filhos

Problema: “é importante que o casal possa dialogar e fazer combinações a respeito de regras, forma de educar e como estabelecer limites. E quando estiverem diante dos filhos, procurar ser coesos, firmes e convergentes em suas opiniões. Jamais desautorizar o cônjuge na frente do filho”, afirma Cristiane.

Solução: caso não haja acordo entre o casal, é melhor conversar separadamente, e só depois procurem o filho a fim de orientá-lo sobre as regras e limites. “Somente em situações graves, quando um dos cônjuges é extremamente violento, o outro não pode ser omisso e deve proteger a criança”.

Falta de dinheiro

Problema: segundo a especialista, as questões financeiras tendem a afastar o casal porque um gasta mais e o outro se sente prejudicado. E isso impulsiona o relacionamento para uma rivalidade e distanciamento afetivo.

Solução: “é importante que, dentre tantas negociações e combinações, a questão financeira faça parte de um amadurecimento emocional do relacionamento. Casais com maior controle e equilíbrio emocional tendem a conseguir estabelecer mais combinações realistas quanto à parte financeira”, aconselha Cristiane.

Leia também: