Conto erótico: sexo romântico no acampamento (18+)

Após tirar férias, a autora deste conto aproveitou tanto a natureza quanto o sexo romântico no acampamento com um charmoso biólogo. Acompanhe!

Por Rafael Toledo - 17/03/2017
casal tirando a roupa em quarto com a luz azul sexo romântico no acampamento

Foto: iStock.com/Getty Images

Segundo o relato da autora, algumas sugestões de um biólogo presente no camping parece ter curado algumas dores deixadas pelas atividades realizadas pelo grupo que a acompanhava. Uma delas foi um sexo romântico no acampamento. Acompanhe!

“Eu sempre adorei atividades que envolviam a natureza e a forma que encontrei de estar mais próxima dela foi acampar. Participei de vários campings e conheci muitas pessoas neles. Eu só não esperava que, em um deles, teria uma experiência sexual tão intensa e, por assim dizer, natural.

Após pegar férias no trabalho, decidi ir a um camping localizado em um lugar serrano que estava a muitos quilômetros do centro da cidade. Eu fui acompanhada de um grupo de amigos. Estávamos ansiosos para conhecer o ambiente e não nos decepcionamos. A vista era estimulante, ainda mais com a presença do chalé de um biólogo que estava residindo ali para uma pesquisa sobre a vegetação local. Eu não pude acreditar na beleza daquele homem. Seus óculos escondiam um ar malicioso, sempre demonstrado quando nos olhávamos durante as trilhas que o grupo decidiu fazer e o convidou para guiar.

Ele estava ali há mais de um mês e, portanto, sabia os lugares mais admiráveis da floresta que cercavam nossas barracas. Certo dia, fui até a sua casa perguntar sobre o uso de uma das plantas para dor muscular. Ele pediu que eu entrasse, pois a indicação que me fez tinha no seu quintal. O fato é que todo aquele momento me excitou de maneira anormal. Estar em um chalé, a sós e com aquele monumento, provocou minha imaginação e, naquele momento, passei a cogitar um sexo romântico no acampamento.

casal tirando a roupa em quarto com a luz azul sexo romântico no acampamento

Foto: iStock.com/Getty Images

Nós fomos até o fundo da residência e, realmente, ele possuía a cura para uma dor que estava sentindo, após as atividades do camping. Mas a origem dela não estava apenas no solo. Acompanhada da planta medicinal que me deu, uma massagem deliciosa foi também oferecida. Não pude recusar! Ele começou a massagear meus ombros e o alívio foi instantâneo. Suas mãos eram tão leves e aquilo estava tão excitante que, em um ímpeto, o beijei. Ele correspondeu às minhas expectativas e, logo, agarrou-me.

Ficamos nos acariciando por muitos minutos. Beijos, abraços e mordidas rolaram até decidirmos nos livrar daquelas roupas. Ele tirou minha blusa e passou seus lábios pelo meu peito até chegar aos mamilos, os quais foram beijados ardentemente. Entre gemidos e suspiros, íamos, lentamente, chegando às zonas mais tentadoras.

Quando ele decidiu abrir minha calça com todo cuidado, eu já estava muito excitada. Ele, então, tirou minha calcinha e começou a fazer um oral que nunca imaginei receber naquela situação. Já que ele também já estava sem roupas, retribuí com a mesma ação e produzimos um meia-nove incrível.

Nós estávamos deliciosamente imersos um no outro. Foi quando ele me penetrou com todo carinho. Para isso, fiquei de quatro no sofá e, abraçado ao meu corpo, começou a movimentação. Variamos nas posições e senti todo seu meu membro excitado dentro de mim. Não poderíamos aguentar muito tempo até gozarmos. A frequência dos movimentos que ele realizava aumentava conforme nos sentíamos mais próximos, e o sexo ficou mais intenso.

Variando de posição, deitamo-nos um de frente para o outro e, enquanto acariciava meus seios, eu sentia a penetração variando de um ritmo mais romântico a outro mais ousado. Não demorou muito para que, em um som uníssono, gemêssemos de tanto prazer. Gozamos quando nossos corpos estavam totalmente unidos.

Após o orgasmo, continuamos abraçados como se estivéssemos unidos por laços. A tensão sexual era tão grande que não tínhamos coragem de nos separar. Naquele momento, eu não sentia mais dor, apenas uma maravilhosa sensação de que o camping e as descobertas nele poderiam aliviar qualquer espasmo. Estava decidida a voltar mais vezes!”

LEIA TAMBÉM