Conjuntivite e Terçol são muito comuns no Verão. Conheça as principais causas e saiba como evitá-los

Saiba quais são os tratamentos mais indicados para cada um

conjuntivite e terçol
Foto: Reprodução

Conjuntivite e terçol são os principais problemas oftalmológicos, especialmente durante o Verão. Por isso, além de visitar um oftalmologista com frequência para manter a saúde dos olhos em dia, também é importante se atentar com alguns cuidados básicos para evitar a contaminação nessa região.

CONJUNTIVITE E TERÇOL: COMO EVITÁ-LOS?

Conjuntivite:

Assim como outras doenças, a conjuntivite viral é adquirida por meio do contato e sua incidência acaba aumentando durante a estação porque nesta época do ano os vírus conseguem se replicar com mais facilidade. Além disso, é importante ressaltar que diferente de sua versão bacteriana que deixa os olhos vermelhos e produz uma secreção amarelada, a conjuntivite viral produz excesso de lágrima e a secreção é transparente.

Dicas para evitar o contagio:

  • Toalhas, lápis, alongadores de cílios e pincéis de maquiagem não devem ser compartilhados.
  • Lavar as mãos com frequência, especialmente antes de ter contato com os olhos
  • Evitar coçar os olhos

O tratamento da doença é feito com om anti-inflamatório, colírios e lágrimas artificiais. Para tentar diminuir a sensação de desconforto, muitos médicos recomendam compressas de água fria.

Terçol:

Diferentemente da conjuntivite, o terçol não passa de uma pessoa para a outra e é causado por bactérias que já estão presentes no organismo. O problema oftalmológico lembra o aspecto de uma espinha e deixa a região da pálpebra dos olhos bastante sensível (muitas vezes quente, inchada e com pus).

Muitos não sabem, mas a inflamação acontece por conta do bloqueio de secreções das glândulas sebáceas presentes ao redor dos cílios. Quando o tratamento não é feito de forma correta ou até mesmo tardiamente, há chances de que o terçol se torne crônico, o que é conhecido como calázio.

Principais causas:

  • Alteração hormonal
  • Uso diário de maquiagem
  • Coçar os olhos com as mãos sujas

Principais sintomas:

  • Olhos lacrimejantes
  • Sensibilidade na borda da pálpebra
  • Inchaço na pálpebra
  • Sensibilidade à luz (fotofobia)
  • Ponto amarelo na região inchada (pus)

São muitos os casos em que p terçol desparece sozinho, mas é importante acompanhar sua situação para ter certeza de que não é necessário procurar a ajuda de um médico. Além disso, são indicadas compressas de água morna na região e colírios anti-inflamatórios que podem ser prescritos por um especialista.

Leia também: