Conheça os tipos de azeite e aprenda a cozinhar com eles

Aprenda a diferenciar os tipos de azeite, suas características e como usar o azeite certo em cada preparação em sua cozinha.

Tipos de azeite e seu uso na cozinha
Shutterstock.com

Reconhecer os tipos de azeite ajuda a incrementar o sabor das refeições e garantir saúde. Diferente do que muita gente pensa, não é a cor que determina a qualidade do azeite e sim o número de vezes em que a azeitona, matéria-prima do produto, passa pela prensagem. Confira as diferenças entre os tipos disponíveis de azeite:

Tipos de azeite e seu uso na cozinha

Shutterstock.com

Tipos de azeite

  • Azeite de oliva extravirgem: é extraído da primeira prensagem da azeitona e tem acidez menor que 1%. Após a prensagem, é apenas filtrado, conservando um sabor acentuado. É o mais puro, ideal para finalização de pratos e uso em saladas. Não é recomendado levar ao fogo.
  • Azeite de oliva virgem: é extraído na segunda ou terceira prensagem da azeitona. Tem acidez de até 2% e sabor menos acentuado e mais adocicado. Também é ideal para o consumo cru.
  • Azeite de oliva refinado: tem qualidade inferior ao extravirgem e ao virgem, e passa por processos de descoloração, desodorização e neutralização. É o mais indicado para cozinhar, assar ou grelhar.
  • Azeite de oliva puro: é uma mistura entre os azeites refinado e virgem. Por isso, é menos concentrado e tem sabor mais suave. É também o mais barato.

SAIBA MAIS:

Azeite saborizado

Os benefícios para o cérebro

Saiba qual melhor óleo de cozinha para a saúde

Tipos de azeite e como usá-los para cozinhar

Shutterstock.com

Dicas para cozinhar com azeite

  • Conserve o azeite em temperatura ambiente, em locais com pouca umidade e pouca luz.
  • Experimente cozinhar arroz e feijão com azeite para um sabor especial. Legumes e verduras refogados também ficam mais gostosos com ele.
  • Regue suas saladas com o azeite antes de temperar com sal e vinagre. Dessa forma, você evita que as verduras fiquem murchas.
  • Nunca faça frituras com azeite, pois quando submetido a altas temperaturas, ele oxida e perde suas propriedades nutricionais.
  • Para comprar um bom azeite, desconfie dos preços baixos e fique atenta ao rótulo. Geralmente, os azeites muito baratos apresentam uma porcentagem de óleo de soja na sua composição. Outra dica é ficar de olho na data de fabricação do azeite. Quanto mais jovem o azeite, melhor, pois o sabor e o aroma estarão realçados.

Texto: Paula Brait