Confira o que as cores dos alimentos querem dizer!

O que determina as cores dos alimentos são os pigmentos, substâncias que desempenham papéis importantes na prevenção e na proteção do organismo.

Alho, dentes de alho, rodelas de alho
Foto shutterstockc.om

“As cores dos alimentos são determinadas pela presença de pigmentos, substâncias que desempenham papéis importantes na prevenção e na proteção do organismo. Quanto mais cor houver no prato, maior será a quantidade de substâncias que combatem as ações dos radicais livres”, explica a nutricionista Karyna Pugliese. Descubra qual o segredo das cores de cada alimento!

 

Alho, dentes de alho, rodelas de alho

Foto shutterstockc.om

 

BRANCO

Alimentos: couve-flor, nabo, repolho, cebola, aipim, aipo, alho, alho-poró, atemoya, aspargo, banana, batata-baroa branca, cará, cogumelo, endívia, graviola, inhame e pinha.

Benefícios: possui ação antibacteriana, antiviral, anti-inflamatória e anticoagulante, inibe a formação de tumores no intestino e auxilia contra doenças cardíacas.

ROXO

Alimentos: beterraba, berinjela, repolho roxo, uva, framboesa, amora, açaí, alface roxa, ameixa preta, batata roxa, berinjela, cebola roxa, figo roxo, framboesa e jabuticaba.

Benefícios: tem ação antioxidante e anticoagulante e evita problemas cardíacos. Essa substância ainda é ligada à vitamina B1, reconhecida por melhorar a atividade cerebral e a disposição.

 

laranja

Foto iStock.com/Getty Images

 

AMARELO

Alimentos: cenoura, abóbora, abacaxi, abóbora moranga, batata-doce, caju, carambola, damasco, gengibre, laranja, mamão, manga, maracujá, mexerica, melão, milho e pêssego.

Benefícios: são antioxidantes, fortalecem o sistema imunológico, atuam no bom funcionamento dos pulmões, evitam alguns tipos de câncer, como o de mama e contêm vitamina B3, que contribuem para manter o sistema nervoso saudável.

VERMELHO

Alimentos: tomate, melancia, goiaba, pimentão vermelho, acerola, cereja, morango, pimenta, rabanete e romã.

Benefícios: possui ação antioxidante e anticancerígena e ajuda a reduzir o colesterol, prevenindo o surgimento de doenças cardiovasculares.

MARROM

Alimentos: leguminosas, oleaginosas e cereais, como aveia, nozes, castanhas, feijão e lentilha.

Benefícios: são ricos em fibras e em vitaminas do complexo B, substâncias que melhoram o funcionamento do intestino, ajudam a controlar a ansiedade e a prevenir o câncer e doenças cardiovasculares.

 

couve

Foto iStock.com/Getty Images

 

VERDE

Alimentos: espinafre, couve, rúcula, pepino, vagem, pimentão verde, brócolis, abacate, abobrinha verde, alface, azeitona verde, cebolinha, coentro, chuchu, ervilha, kiwi, limão, maxixe, quiabo, repolho, salsa, e uva verde

Benefícios: contêm minerais como cálcio, fósforo e ferro. Reforçam o sistema imunológico, atuam na desintoxicação e oxigenação das células, inibem a ação dos radicais livres, contribuem para a saúde da pele e dos cabelos e previnem o câncer de cólon e mama.

Saiba mais:

Mitos e verdades sobre alimentos industrializados

Alimentos integrais ou refinados: qual a melhor opção?

Aprenda como escolher frutas e legumes

Consultoria Karyna Pugliese, nutricionista