Comparação com ex-namorado: quando seu antigo par está mais presente do que você imagina

Às vezes, dizer que superou não significa que se livrou completamente do relacionamento anterior

comparação com ex-namorado
Foto: Reprodução/GettyImages

Quando um relacionamento é muito desgastante, a hora do término torna-se um alívio; já quando é apaixonante, a sofrência chega com força. E mesmo após algum tempo desde o fim de um namoro, até se relacionar com uma nova pessoa, a comparação com ex-namorado pode aparecer.

Segundo a orientadora emocional para mulheres com foco em relacionamentos Camilla Couto, essa comparação ocorre por toda a influência que o ex deixou na vida da pessoa, fazendo com que a experiência anterior oriente as escolhas atuais: “Aquele ou aquela ex pode ser muito mais atual do que você pensa”, comenta.

Entenda melhor como pode ocorrer essa comparação com ex-namorado:

Camila exemplifica que quando se vive algo muito marcante na vida, isso pode se tornar uma baliza para experiências futuras: “Quando somos traídos, por exemplo, as chances de não confiarmos mais totalmente em alguém, depois desse fato, são enormes. Nossa memória emocional passa a agir sobre nossas escolhas e atitudes como forma de defesa”.

comparação com ex-namorado

Foto: Reprodução/GettyImages

A orientadora ainda complementa que isso pode fazer com que as pessoas se afastem de novos relacionamentos ou lidem com eles de forma desconfiada, insegura e muitas vezes até imatura. Tudo isso por conta do medo de reviver outra situação traumática.

Porém, Couto comenta que essa influência também pode aparecer quando o relacionamento parece ser um conto de fadas: “A tendência é criarmos um mito, uma meta de relação, ou seja, queremos outro alguém tão especial quanto. E, assim, tomados por essa imagem, andamos por aí pulando de relacionamento em relacionamento em busca de alguém que nos faça sentir o que aquele outro fazia”, explica.

Além disso, ela aponta a possibilidade de a pessoa ainda ficar sozinha, já que ela acredita que ninguém estará à altura daquele amor incrível do passado. Independente do tipo de situação, ambas permitem que a pessoa faça comparação com ex-namorado e viva trazendo emoções passadas para o presente, muitas vezes sem perceber.

comparação com ex-namorado

Foto: Reprodução/GettyImages

Atrair situações parecidas com as passadas é outra consequência presente nesse comportamento, já que não houve total desconexão dos sentimentos: “O medo de ser deixado mais uma vez pelo amor da vida pode estar tão presente que se materializa. Talvez você esteja vivendo um trauma, talvez uma crença tenha sido gerada a partir do que você viveu no passado”, exemplifica Camila.

Como lidar com a comparação com ex-namorado

É preciso ter em mente que ninguém é igual a ninguém, assim como um relacionamento não será igual a outro: “A gente esquece que a pessoa que faz parte da nossa vida no momento atual nada tem a ver com a outra ou com o que a gente passou”, relembra, afirmando que não se deve descontar as frustrações passadas no atual.

comparação com ex-namorado

Foto: Reprodução/GettyImages

A dica de Camila é encerrar o ciclo, tanto emocionalmente quanto racionalmente: “Viva, de fato, o luto da relação, trabalhe seus sentimentos remanescentes, apure os aprendizados que a experiência passada traz para a sua vida. Só assim você poderá se abrir de verdade para uma nova história, com uma outra pessoa”, finaliza.

Trabalhe a ideia de que todas as experiências já passaram, e que agora você precisa estar de braços abertos para viver situações diferenciadas e únicas. Outro detalhe é aproveitá-las da sua maneira, deixando para trás qualquer fantasma do passado.

Consultoria: Camilla Couto é Orientadora Emocional para Mulheres, com foco em Relacionamentos. Criadora/ autora do Blog das Amarildas e fundadora do PAR – Programa Amarildas de Relacionamentos. Orientadora emocional, Terapeuta Floral (TF-153-17/SP) e Contoterapeuta.

LEIA TAMBÉM: