Como a música afeta seu cérebro

Tanto ouvir música quanto tocar um instrumento podem afetar seu cérebro. Confira algumas dicas para aproveitar seu som preferido da melhor maneira

Menina ouvindo música
Foto: iStock.com/Getty Images

Já percebeu que, a cada música que ouve, você reage de um modo diferente? Não se preocupe, você não tem nenhum transtorno mental e a ciência explica! Isso se dá porque cada tipo de música traz sensações diferentes para o nosso psicológico.

Músicas mais harmônicas são entendidas como alegres na maioria das vezes, e tendem a melhorar o humor das pessoas. Por outro lado, as canções mais rápidas trazem um estado de alerta para os ouvintes.

Já as mais tristes deixam um estado de melancolia. Cada uma dessas alterações se refletem em nosso desempenho cognitivo. Como cada organismo funciona de um modo, esses efeitos podem variar de pessoa para pessoa.

Menina ouvindo música

FOTO: iStock.com/Getty Images

As vantagens dos músicos

Não é só o ato de ouvir músicas que traz benefícios. A habilidade de tocar um instrumento musical também causa ganhos positivos. Estudos realizados na área concluíram que pessoas que aprendem a tocar algum instrumento ampliam o potencial do cérebro de realizar conexões neurológicas, isto é, a neuroplasticidade.

8 dicas para seu cérebro se beneficiar com música

1. Utilize fones de ouvido. Eles reduzem o som ambiente e permitem que você se concentre melhor na música que está ouvindo.
2. Opte por músicas prazerosas, que te trazem felicidade e calma, e não aquelas que causem tristeza.
3. Não se envolva muito com a canção. Cuidado para não sair dançando por aí; o objetivo aqui é relaxar.
4. Para melhorar seu foco, aperte o play para músicas que você já conheça. Canções novas exigem mais atenção cerebral e você pode ficar desatento.
5. Saiba a hora certa de pausar a playlist. Especialistas defendem que ela pode correr entre 50-60 minutos.
6. Aprenda a tocar um instrumento.
7. Músicas calmas relaxam e podem te ajudar a dormir melhor.
8. Vá a sessões de musicoterapia! A abordagem terapêutica visa facilitar e promover a comunicação, o relacionamento, a aprendizagem, a mobilização, a expressão e também a organização dos processos mentais.

 

Leia também

10 músicas para se manter motivado

A música do seu signo

Os principais sites para ouvir música de graça

 

Texto: Andrey Seisdedos/Colaborador
Edição: Giovane Rocha/Colaborador