Como fazer o autoexame para detectar disfunção na tireoide

Detectar ocorrência de nódulos ou alguma alteração na glândula é o primeiro passo para o tratamento da tireoide

mulher pescoco tireoide
FOTO: Shutterstock

Fazer o autoexame da tireoide para verificar a ocorrência de nódulos é fundamental para a saúde. Porém, segundo uma pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), 35,6% das pessoas que participaram do estudo nunca ouviram falar a respeito desse autoexame e 40,8% não fazem com frequência.

Como fazer o autoexame para detectar disfunção na tireoide

Shutterstock

 

A tireoide é uma glândula que está na base do pescoço, abaixo da região também conhecida como pomo de adão. Possui o formato bem parecido ao de uma borboleta pequena, mas, apesar de seu tamanho reduzido, é extremamente importante ao bom funcionamento do organismo. Para viver bem e tranquilamente, confira abaixo como realizar o procedimento em casa.

Passo a passo

1. Pegue um espelho e coloque-o em sua frente, de modo que consiga visualizar bem o pescoço, especificamente a região do pomo de adão, também conhecido como gogó.

2. Beba alguns goles de água e, inclinando levemente a cabeça para trás, focalize a região onde se encontra a tireoide.

3. Fique atento se há no pescoço alguma saliência ou elevação localizada. Para ter um diagnóstico mais preciso, repita esse teste várias vezes.

4. Mas atenção: caso identifique a presença de algum nódulo ou saliência, procure um endocrinologista. Esse é o especialista mais recomendado para dar as informações corretas e orientações sobre o assunto. Apesar de ser fácil realizar o autoexame, a existência de nódulos deve ser confirmada por meio de exame clínico.

Texto Jaqueline Lopes
Consultoria Bruno Fuser, oncologista
Fonte Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM)