Dor nos joelhos: como evitar esse incômodo na melhor idade

Com o passar dos anos, é natural que as articulações do corpo se desgastem e incômodos apareçam, como a dor nos joelhos. Saiba como se prevenir

A foto mostra um homem com dor nos joelhos após uma caorrida
Foto: Shutterstock.com

Mesmo sendo uma dificuldade também presente em pessoas mais jovens, a dor nos joelhos torna-se mais comum conforme a idade avança. Isso porque essa estrutura, como explica o ortopedista especialista em cirurgia do joelho Charles Cachoeira, “é uma articulação complexa que necessita ter flexibilidade e estabilidade ao mesmo tempo”, fatores esses que, na terceira idade, tornam-se mais delicados se o corpo não for exercitado regularmente.

Pedras no caminho

Mesmo que a dor nos joelhos esteja ausente, basta uma torção, entorse, contusões ou traumas causados por acidentes no dia a dia para que o incômodo apareça. “Essas lesões podem comprometer todas as estruturas internas do joelho, como ligamentos, cartilagens, tendões, bursas e meniscos. Muitas pessoas, independentemente do sexo ou idade, têm dores frequentes nos joelhos e por isso é importante consultar um especialista antes de iniciar qualquer prática esportiva”, aconselha Charles.

Sem dor nos joelhos

Se o diagnóstico realizado pelo médico especialista mostrar sintomas persistentes do problema, seja após ou durante a prática de determinadas atividades, é possível tratá-los de diversas formas. “Existem muitos tratamentos não cirúrgicos para as lesões nos joelhos, que vão desde medicamentos, fisioterapia, ingestão de colágeno e infiltrações”, indica o especialista.

E quando o quadro for mais grave, o procedimento cirúrgico mostra-se uma opção válida, como explica Charles. “Há vários casos que envolvem tratamento de fraturas, cirurgias por videoartroscopia até substituição total da articulação com colocação de uma prótese. A definição para a escolha do melhor tratamento vai envolver os riscos e benefícios ao paciente”, esclarece o profissional.

Melhor prevenir

O fortalecimento da região é uma excelente maneira de suportar melhor o peso corporal e, assim, evitar eventuais dores. Segundo Charles, “um trabalho de força e equilíbrio pode gerar um bom tônus muscular. Realizar atividades físicas regulares, progressivas e, inicialmente, sem impacto até o fortalecimento adequado da musculatura, parece ser a melhor forma de prevenir a sobrecarga articular, evitando as dores”. Para tanto, práticas como natação, hidroginástica, musculação e outras que visam aliviar a carga nos joelhos e fortalecê-los (todas elas com supervisão profissional) são sugestões de exercícios para idosos.

Porém, tratando-se da dor nos joelhos na terceira idade, existem algumas precauções a serem tomadas. “Quando se pratica algum esporte, é necessário que todas as estruturas trabalhem de maneira harmoniosa para evitar o surgimento de lesões”, alerta o ortopedista.

LEIA TAMBÉM

Texto e entrevista: Giovane Rocha

Consultoria: Charles Cachoeira, ortopedista especialista em cirurgia do joelho do Cecam (www.cecam.com.br)