Comida caseira é mais saudável e ajuda a emagrecer

Uma comida caseira, com alimentos nutritivos e ricos em proteínas, no seu dia a dia pode representar um passo a mais para o emagrecimento permanente.

Mulher observando uma receita em um livro, com os ingredientes à mesa para prepará-la
Foto: iStock.com/Getty Images

Atrativas mas pouco saudáveis, práticas e saborosas. Assim são as refeições industrializadas ou congeladas, que pouco acrescentam à saúde. Elas são carregadas de sódio e aditivos químicos como conservantes, corantes, açúcar, gordura vegetal entre muitos outros. Nem todo mundo consegue cozinhar em casa por causa da correria do dia a dia, mas depois de ler o texto abaixo você vai entender por que a comida caseira é a melhor opção do cardápio!

Mulher observando uma receita em um livro, com os ingredientes à mesa para prepará-la

Foto: iStock.com/Getty Images

Cozinha do bem

Saiba que a comida caseira só tem benefícios: você sabe a procedência dos ingredientes, pode escolher os mais frescos, tem garantia de uma refeição nutritiva, saborosa e preparada de modo saudável. Mesmo assim é preciso ficar atenta para não comprometer o prato e a saúde: excesso de sal, açúcar, gordura e farinha branca podem por tudo a perder! Óleo, sal e açúcar devem ser usados com moderação, sendo indicado o consumo ideal diário de 1 a 2 colheres de sopa de óleo, 1 colher de sopa de açúcar e 6 gramas de sal, o equivalente a 6 colheres rasas de café. Na hora de preparar os alimentos como carnes, peixes e saladas, troque os temperos prontos por temperos naturais como ervas frescas ou secas que são ricas em antioxidantes. Outro ponto importante é se atentar ao prazo de validade dos alimentos.

SAIBA MAIS

Vença o efeito platô na dieta!

Alimentos fonte de silício, boro e vita C dão fim à celulite!

Água morna é poderosa para secar a barriga!

Os malefícios da comida industrializada

Essas comidas possuem baixo valor nutricional e alto teor de sódio e aditivos químicos. Segundo a nutricionista Fabiana Borrego, do Chefnutri – Assessoria Nutricional para restaurantes, escolas e eventos, a comida congelada é ainda mais perigosa: “Têm pratos congelados que chegam a conter 70% de sódio da recomendação diária, isso é chocante e existem pessoas que consomem isso diariamente.” A nutricionista ainda alerta que o consumo excessivo de alimentos industrializados está ligado ao desenvolvimento de diversos tipos de doenças como obesidade, alergias, asma, câncer, hiperatividade, dor de cabeça, retenção hídrica, constipação intestinal, diarreia, má digestão, diabetes e doenças cardiovasculares.

Comendo fora de casa

Quando fizer as refeições em restaurantes, escolha os alimentos mais saudáveis como saladas e carnes magras. Verifique sempre se o lugar está limpo e se a comida tem um aspecto normal, evitando assim a infecção alimentar. Evite também alimentos gordurosos como batata frita, salgadinhos e pratos que levem maionese. Também é recomendado não frequentar tarde esses locais, pois a comida fica exposta por muito tempo e pode ter sido contaminada.

Temperinho pronto

A nutricionista Fabiana Borrego ensina a fazer um tempero para a sua comida caseira muito fácil: higienize e pique ervas frescas, coloque em forminhas de gelo e acrescente azeite. Leve ao freezer e descongele os cubinhos na hora de preparar os pratos!

Texto: Júlia Prado | Consultoria: Cintya Bassi, nutricionista do Hospital e Maternidade São Cristóvão, de São Paulo; Fabiana Borrego, nutricionista do Chefnutri – Assessoria Nutricional para restaurantes, escolas e eventos; Márcia Loureiro, nutricionista da Clínica Life de Campinas