Saiba como usar cogumelo na sua rotina de skincare e seus benefícios

Entre as vantagens desse fungo estão a ação anti-inflamatória e hidratação da pele

cogumelo para a pele
Foto: Shutterstock

Que existem diversas plantas com inúmeros benefícios para o corpo a gente já sabia, mas a grande novidade no mundo do skincare é o cogumelo Reishi, que tem várias vantagens para a pele. Também chamados de Ganoderma lucidum, eles já são usados há muito tempo na medicina oriental, mas foi recentemente que a indústria de cosméticos descobriu os seus poderes.

Toda esse alarde em volta do fungo, deve-se ao fato dele fazer parte de um grupo de ingredientes chamado de adaptógenas. Assim como outros cogumelos, ervas e plantas, se incluído na sua rotina de cuidados com a pele ou na sua dieta, ele é capaz de ajudar o seu corpo a combater, até mesmo, o estresse e a fadiga.

Os benefícios dos cogumelos para a pele

Presentes em diversas receitas e produtos, os cogumelos já fazem parte da nossa vida há muitos anos. Desde o famoso champignon, queridinho do estrogonofe, até o mais exótico shimeji, comum da culinária asiática, eles caíram no gosto do povo e, além do delicioso sabor, possuem outros benefícios poderosos.

O shitake, por exemplo, é o mais indicado para quem tem problemas de saúde, devido aos seus componentes que ajudam a manter o nível de colesterol do coração saudável. Ademais, um estudo da Universidade de Louisville, no EUA, revelou que eles podem complementar a dieta durante os tratamentos contra o câncer, graças ao seu poder antitumor.

Outra vantagem do consumo de cogumelos, é que eles podem ser uma excelente fonte de Vitamina D, que ajuda a fortalecer os dentes e os ossos, por conta da absorção do cálcio. E, graças aos nutrientes do complexo B, que ajudam no funcionamento do metabolismo, esses fungos são capazes de aumentar sua disposição. Tudo que precisávamos, não é mesmo?

Cogumelo Reishi no skincare

Com uma aparência majestosa, o cogumelo Reishi cresce na madeira e é característico de árvores de grande porte das florestas tropicais da Ásia. Aliás, foi lá que o seu poder foi descoberto, pois as civilizações mais antigas acreditavam que ele possuía vários benefícios para a saúde. Seus nomes, inclusive, podem ser traduzidos como “potência espiritual” ou “Rei das Ervas”.

As vantagens do uso desse cogumelo para a pele, se devem ao fato das suas propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e desintoxicantes. Ele também possuí aminoácidos leucina e lisina, além de minerais como cobre e selênio.

Graças aos beta-glucanos, ele é capaz de deixar a cútis hidratada, pois essa cadeia de moléculas antioxidantes de glicose auxilia na absorver a água do ambiente pela pele. Ele também ajuda a manter a firmeza do tecido, evitando o envelhecimento precoce, além de aliviar vermelhidões.

Gostou do Reishi e quer aderir aos produtos, mas ainda está receosa? Não se preocupe, pois ele é seguro e indicado para todos os tipos de pele, até mesmo as mais sensíveis, e ainda dá para usá-lo duas vezes por dia. Os cremes e máscaras com esse fungo na composição já estão disponíveis no mercado de cosméticos.

Leia Também: