Cerveja no inverno: 5 dicas para escolher as melhores opções

5 dicas para escolher a melhor cerveja no inverno

Entenda como o consumo da bebida nos dias frios pode conquistar o seu palato e melhorar as refeições

cerveja no inverno
Foto: Shutterstock

Quem disse que os dias frios só caem bem com um achocolatado quentinho ou um vinho? Nada disso! Não é só possível, como delicioso experimentar determinadas cerveja no inverno. Afinal, a temperatura do ambiente influencia diretamente no palato da bebida e como cada pessoa degusta o seu sabor.

“Um dos estilos que promete aquecer a temporada é a Double IPA. Com dose superior de lúpulo, ela se destaca por possuir o característico amargor acentuado do estilo, mas de forma equilibrada, sem agressividade. Possui aroma cítrico pronunciado e teor alcoólico de 7,5%. Sua coloração é um âmbar e sua espuma bastante cremosa, perfeita porque mantém todas as características da IPA tradicional, porém em uma versão mais potente”, explica Renan Leonessa, gerente de marketing da artesanal Madalena.

Para te ajudar a escolher as melhores opções disponíveis no mercado, o especialista ainda selecionou cinco características que você precisa ficar atenta durante a estação.

Separa os petiscos e saboreie uma cerveja no inverno

Porcentagem de álcool

O teor alcoólico é uma das características na escolha da bebida nesta estação, porque quanto maior, ela tende a ser mais licorosa, proporcionando uma maior sensação de aquecimento na boca.

Temperatura

Como o teor alcoólico é mais elevado, nada de servir esses estilos “estupidamente gelados”. O ideal é não usar temperaturas menores do que 0°C, uma vez que isso diminui a sensibilidade das papilas gustativas. Recomenda-se mantê-las entre 8° a 11°C.

Tipo de copo

O formato do copo é outro diferencial importante para a ingestão da cerveja. Os copos mais retos fazem com que a bebida vá mais diretamente para a boca, assim engolimos mais rapidamente. No inverno, o ideal são copos com bases mais largas, parecidos com os de conhaque ou vinho tinto, assim há um consumo mais lento da bebida.

Coloração

Uma dica fácil de se observar também é a cor do estilo. No inverno escolha tons escuros, marrons e avermelhados que são os mais indicados. Isso porque sinalizam algum nível especial de torra do malte, tornando-as mais densas e aveludadas.

Barris de madeira

Cervejas maturadas em barris de madeira também indicam que o estilo é perfeito para ser consumido no inverno. A ideia é extrair características do local de armazenamento e transferi-los para os aspectos sensoriais da degustação, como o aroma e o sabor.

Para os dias mais frios, o mestre cervejeiro indica a Jack-Stout. “O estilo Stout é envelhecido por 6 meses em barris de Jack Daniels, sendo uma cerveja muito consumida neste período. Ela é escura, de alta fermentação, espuma cremosa persistente e possui também o sabor equilibrado de café e chocolate meio amargo característico do estilo, fazendo com que seja uma das queridinhas da estação”, finaliza Renan.

Leia também: