Garanta um cérebro jovem ao passar do tempo

Não é nenhuma novidade que os exercícios físicos fazem um bem enorme para a saúde. Mas saiba também que essa prática pode deixar seu cérebro mais jovem

Mulheres praticando exercícios - cérebro
FOTO: iStock.com/Getty Images

Exercícios físicos na meia-idade garantem um cérebro mais ativo

De acordo com um estudo publicado na revista científica Neurology, pessoas com idade na faixa dos 40 anos que não possuem o hábito de praticar exercícios físicos acabam contribuindo para o envelhecimento e diminuição de seus volumes cerebrais. Realizada na Universidade de Boston, nos Estados Unidos, na pesquisa, foram analisados 1583 participantes com idades na faixa dos 40 anos, todos sem demência ou doenças cardíacas. Eles realizaram testes de esforço na esteira e foram submetidos a tomografias do cérebro.

Após isso, os dados foram arquivados e, duas décadas depois, os testes foram repetidos. Os resultados mostraram que as pessoas que possuíram menor rendimento físico apresentaram, 20 anos depois, um volume cerebral menor.

Mulheres praticando exercícios - cérebro

FOTO: iStock.com/Getty Images

Os benefícios da ioga e meditação para o cérebro

Conforme um estudo feito com idosos com sinais precoces de problemas de memória, uma rotina semanal com práticas de meditação e ioga pode revigorar e fortalecer as habilidades de pensar e ajudar a evitar a queda mental que ocorre relacionada ao envelhecimento humano.

Realizada por pesquisadores da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, e de outras instituições, a pesquisa testou se a ioga, atividade de meditação, poderia modificar o cérebro dos participantes e fortalecer suas habilidades. Os 29 voluntários, todos adultos de meia-idade e mais velhos, foram divididos entre dois grupos: onde um passou por exercícios mentais e o outro, por aulas de ioga, diariamente.

O processo durou 12 semanas e o resultado mostrou melhoras significativas nos dois grupos, como diminuição de estresse e ansiedade. No entanto, aqueles que praticaram ioga e meditação obtiveram melhoras no humor, maior habilidade de foco e capacidade de realizar várias tarefas ao mesmo tempo.

LEIA TAMBÉM

Texto: Jéssica Pirazza/Colaboradora – Edição: Giovane Rocha/Colaborador