Celíacos: confira 5 alimentos que podem ser incluídos no cardápio!

Os celíacos precisam se restringir à alguns alimentos para evitarem algumas complicações. Confira 5 alimentos que são permitidos fazer parte da dieta!

mandioca
Foto: iStock.com/Getty Images

A doença celíaca não tem cura e a intolerância ao glúten pode ser combatida, mas com esforço conjunto de paciente e médico. Por isso, a melhor solução é manter uma dieta controlada sempre. Basta um pouco de paciência para substituir os produtos tradicionais pelos isentos de glúten, igualmente saborosos e, algumas vezes, até mais nutritivos e saudáveis. Não é preciso deixar de comer uma torrada ou um bolo de vez em quando, já que existem receitas práticas, livres dessa proteína. Confira 5 alimentos liberados para os celíacos:

 

arroz

Foto: iStock.com/Getty Images

1. ARROZ

Além do grão cozido, os subprodutos do arroz também podem ser consumidos pelos celíacos. A farinha de arroz integral é obtida dos grãos que não passaram pelo processo de refinamento e, por isso, preservaram nutrientes como fibras, proteínas e minerais. A textura é um pouco mais granulada do que a farinha de arroz branco, que também pode ser utilizada pelos celíacos, mas pode ser misturada com fécula de batata para ficar mais fina.  Como utilizar? Tanto o creme quanto a farinha podem ser utilizados no preparo de pães, bolos, mingaus, pudins, biscoitos e outras sobremesas.

2. MILHO

“Fonte de carboidratos, o milho fornece energia, é rico em vitamina E e carotenoides, como a luteína e a zeaxantina, que protegem a saúde dos olhos”, revela a nutricionista Greice Caroline Baggio. No mercado, é possível encontrar farinha de milho amarelo e de milho branco, com sabor e textura mais suaves. Amido de milho, canjica e pipoca também são opções permitidas. Como utilizar? O fubá e a farinha de milho são indicados para bolos, cuscuz, farofa, pães e broas. O amido é comum em pratos que precisam ter a textura engrossada, como mingaus e cremes.

 

mandioca

Foto: iStock.com/Getty Images

 

3. MANDIOCA

É outra importante fonte de carboidratos que pode ser consumida cozida ou assada e rende farinhas. “A mandioca contém boas quantidades de magnésio, fósforo, potássio e cálcio, colaborando para a formação de ossos e dentes”, diz Greice. Outros subprodutos são o polvilho doce (fécula de mandioca) e o polvilho azedo. Como utilizar? A farinha de mandioca é encontrada fina e em flocos e pode ser usada em bolos, bolinhos e farofa.

4. TAPIOCA

A farinha ou goma de tapioca também é produzida a partir da mandioca. Pode ser servida com recheios doces ou salgados e é indicada para o café da manhã ou lanche da tarde. Por ser rica em carboidratos, pode substituir pães e torradas, por exemplo. O preparo é muito simples: a goma de tapioca pode ser encontrada já hidratada no mercado e basta polvilhá-la sobre frigideira antiaderente e esquentar até a goma formar um tipo de panqueca – recheie com o que quiser! Como utilizar? A farinha de tapioca, além de preparar o tradicional prato, serve de ingrediente para cuscuz, bolos e pudins.

 

Leia também:

 

5. BATATA

“Possui alta concentração de vitamina B6, necessária para a produção de neurotransmissores como a serotonina, cuja diminuição deixa o organismo sujeito a depressão, ansiedade e compulsão alimentar”, afirma a nutricionista Luana Vasconcelos. Desse tubérculo é produzida a fécula de batata, a partir do processo de secagem e moagem. Como utilizar? Cozida, assada, recheada, em purê ou como base para tortas e massas (nhoque, assados, salgadinhos, etc.).

Consultoria Greice Caroline Baggio e Luana Vasconcelos, nutricionistas