CASA & DECOR

Quarto de menina com materiais reaproveitados

A decoração do quarto recebeu caixotes de feira e forminhas de pão-de-mel

None
Foto: Guilherme Costa Pinto Projeto: Mayumi Yamagata, Niterói – RJ

por Redação Alto Astral
Publicado em 05/08/2016 às 19:09
Atualizado às 17:04

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Um quarto diferente, com espaço para dormir, brincar e até fazer a tarefa de casa. Tudo isso reutilizando materiais e gastando pouco. Parece difícil? A gente mostra que é possível, sim!

Foto: Guilherme Costa Pinto Projeto: Mayumi Yamagata, Niterói – RJ

Foto: Guilherme Costa Pinto
Projeto: Mayumi Yamagata, Niterói – RJ

SAIBA MAIS

Quarto para dividir entre irmão e irmã: saiba como decorar

Quarto decorado com madeira pinus

Antes e depois: reforma deixa quarto mais colorido

Aproveite

A arquiteta Mayumi Yamagata conta que para esse efeito na parede utilizou forminhas de pão-de-mel pintadas com spray branco e uma cola de alta aderência para fixar: “Os caixotes, eu peguei na feira. Depois é preciso apenas dar acabamento, lixar, envernizar e usar do jeito que achar melhor. Utilizei rodízios para transformar em baú de brinquedos, empilhei para fazer uma mesa de cabeceira, cortei ao meio e coloquei na parede para fazer como expositor de livros e bonecas”.

Foto: Guilherme Costa Pinto Projeto: Mayumi Yamagata, Niterói – RJ

Foto: Guilherme Costa Pinto
Projeto: Mayumi Yamagata, Niterói – RJ

Menos rosa

Yamagata escolheu a Cortina Celular. Ela afirma que este modelo trouxe equilíbrio ao quarto. “Projetei um ambiente colorido para fugir da supremacia rosa, geralmente associada ao universo feminino. A cortina da Amorim trouxe aconchego, além de produzir um toque feminino e delicado em função do modelo escolhido. Também usei tinta na cor verde escolar para pintar um quadro negro na parede. A tenda foi estruturada com um bambolê e executada por uma boa costureira”, explica.

Foto: Guilherme Costa Pinto Projeto: Mayumi Yamagata, Niterói – RJ

Foto: Guilherme Costa Pinto
Projeto: Mayumi Yamagata, Niterói – RJ