Cozinha perfeita: veja 5 dicas para renovar a área

Arquiteta dá sugestões que farão toda a diferença no cantinho mais saboroso da casa

Como deixar sua cozinha perfeita
Como deixar sua cozinha perfeita - Shutterstock

por Beatryz Gaia
Publicado em 19/06/2021 às 18:00
Atualizado às 18:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Nada melhor do que reunir os familiares e amigos na cozinha para botar a mão na massa e colocar a conversa em dia, não é mesmo? Esse cômodo é a definição de união, aconchego e carinho, visto que é um lugar cheio de momentos inesquecíveis para a maioria das pessoas.

Porém, justamente por isso, vale pensar em todos os detalhes da cozinha com o intuito de proporcionar um espaço agradável e funcional, atendendo às necessidades de cada família. Desse modo, com a ajuda da arquiteta Alessandra Gandolfi, separamos algumas dicas para te ajudar a renovar a cozinha. Confira! 

Praticidade

Foto: Marcelo Stammer

Cozinha e praticidade devem sempre andar juntas. Atualmente, o mercado oferece diversos acessórios que contribuem para a organização milimétrica de todos os cantos desse cômodo: desde organizadores de temperos, talheres, panelas, marcenarias planejadas com gavetões, basculantes, portas e gavetas vazadas, até divisórias estratégicas, lixos embutidos, torre de fornos, cooktops e muito mais.

Segundo Gandolfi, é necessário sempre optar pela eficiência. "Além disso, também é essencial utilizar materiais que sejam fáceis para a manutenção no dia a dia e que garantam a segurança do ambiente, como pisos não escorregadios e superfícies laváveis, por exemplo”, destaca a profissional.

Pense bem nas superfícies

Foto: Eduardo Macarios

Para cada estilo e necessidade, existe um tipo ideal de revestimento a ser aplicado em tampos e bancadas de cozinhas. Se você privilegia a otimização e a agilidade, o ideal são as superfícies ultracompactas, como o Dekton e o Laminatto. Além de não manchar, estes materiais sintéticos são modernos e contam com tecnologia para suportar o calor, sendo extremamente resistentes e duradouros.

Os Quartzos e Silestones são alguns dos minerais mais duros encontrados na Terra, ou seja, cumprem muito bem o desempenho esperado para as bancadas e ainda oferecem diversas cores em tons lisos que dialogam perfeitamente com o décor.

Os Granitos também são super funcionais e cumprem a função, são opções que atraem pelo custo benefício, porém têm uma estética bem característica que pode não harmonizar com o restante do projeto.

Para quem deseja variedade, o porcelanato pode ser uma ótima opção. Com diversas estampas, texturas e acabamentos, o material vem sendo muito usado na hora de revestir as bancadas, agregando praticidade na limpeza do dia a dia e durabilidade ao projeto. No entanto, a mão de obra para esse tipo de aplicação deve ser bem especializada par garantir o resultado desejado.

Por fim, os Mármores que são os menos indicados para esse tipo de composição, com exceção do Mármore Branco Paraná. Muito similar ao Granito em relação à resiliência, o Mármore Paraná é um material muito bonito que pode ser usado em cozinhas, desde que seja impermeabilizado.

Cores pontuais e iluminação

Foto: Marcelo Stammer

Para quem ama a proposta de um cenário mais colorido e marcante, a dica da arquiteta é trabalhar as cores em detalhes pontuais. “Isso deve ser tratado de forma estratégica para não destoar do resto da casa, principalmente se a cozinha for estruturada em um conceito aberto”, ressalta.

Foto: Eduardo Macarios

Ademais, a iluminação também, sem dúvida, é o ponto-chave do cômodo! Ela pode alterar a cor dos alimentos e até mesmo influenciar diretamente no bem-estar de quem está no ambiente, por isso, é necessário utilizar uma luz geral que seja funcional, além de spots pontuais na área da bancada e nos locais de preparo das refeições.

Em segundo plano, pode ser criado uma iluminação indireta em nichos, rasgos em lugares estratégicos no intuito de gerar aquela sensação agradável de aconchego.

Eletros: tecnologia, conectividade e inovação

Foto: Nenad Radovanovic

Assim como em toda a casa, a cozinha também recebe muito investimento em tecnologia, conectividade e inovação.

É preciso ter em mente o formato que você deseja organizar seus utensílios e eletrodomésticos. Seja de forma aparente, deixando-os expostos como parte do décor, ou guardados em locais específicos. Não pense duas vezes ao abusar da imensa variedade de artigos que existem no mercado para facilitar a rotina.

Pense na cozinha como um todo

Shutterstock

O acompanhamento de um arquiteto é fundamental para que o resultado esperado possa atender com precisão a todas as particularidades de cada família. Com uma visão macro, esse profissional enxerga o todo, entregando melhores soluções técnicas, decorativas e operacionais.

Fonte: Alessandra Gandolfi, arquiteta 

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.